segue firme na divulgação de seu novo álbum, Madame X e lança de surpresa a nova “I Rise”, que traz uma forte conotação política. A faixa traz um trecho de um discurso de Emma Gonzalez, ativista que sobreviveu ao massacre de Stoneman Douglas em Parkland, na Flórida (EUA). No episódio, 17 pessoas foram mortas e 15 ficaram feridas.

Segundo a Rolling Stone, a faixa também é dedicada à comunidade LGBTQ e às pessoas que se sentem marginalizadas. “Eu escrevi a letra como uma forma de dar voz a todas as pessoas marginalizadas, que não tiveram oportunidade de falar o que pensam. Este ano se comemora os 50 anos do Orgulho e eu espero que essa faixa encoraje todo os indivíduos a serem quem são, a se expressarem e se amarem”, disse Madonna.

A faixa dá um indicativo de que esse novo trabalho de Madonna irá retomar as letras de cunho político da artista. Ela já divulgou “Medellín”, com o colombiano Maluma, onde retoma suas influências latinas. O disco vai abordar diferentes personalidades a partir da personagem que batiza o álbum, uma espiã que encarna diversas identidades.

Ouça:

Sem mais artigos