Tromba d'água imp

O artista plástico Luiz Ribeiro abre sua nova exposição, Desemparedadas, na Casa do Cachorro Preto, em Olinda.

Luiz Ribeiro realizou uma pesquisa no espaço urbano e buscou linhas no concreto deteriorado, antigo. Fotografou, enquadrou manchas, erosões formadas pelo tempo. Retratou alvenarias internas, externas e muros, tanto de propriedades públicas quanto privadas; abandonadas, invadidas e em uso. Ele então captou imagens em diferentes proporções e deu forma ao que viu e pintou sobre as fotos.

Estranhas figuras saltaram aos olhos, surgidas com as texturas das paredes e perdidas entre elas, emparedadas em 18 telas. “A minha intenção é libertar as personagens que senti naquelas paredes, desemparedá-las,” afirma o artista.

LuizR

A exposição abre neste sábado (13), a partir das 18h, na Casa do Cachorro Preto, com uma Jam Session que contará com a presença de Hugo Carranca, Gabriel Melo, Hugo Gila e outros convidados.

Luiz Ribeiro é olindense, tem 34 anos, é artista plástico, ilustrador e designer gráfico. Teve sua primeira exposição individual em 2015, no Palafa Club, quando reuniu obras de várias épocas, também participou da coletiva da Casa do Cachorro Preto “Pilhagem” e no La Buena.

São dele as ilustrações e o design gráfico do CD Olindance da Academia da Berlinda. O cartaz da Casa do Cachorro Fresco (versão da Casa do Cachorro Preto no FIG – Festival de Inverno de Garanhuns), cartazes de eventos, estampas digitais e as camisetas da marca “Camisa de Força”.

A Casa do Cachorro Preto fica na rua 13 de maio, 99, Cidade Alta, em Olinda.

Sem mais artigos