O livro de pintar da classe média. (Divulgação).

O livro de pintar da classe média. (Divulgação).

Já tivemos livro de colorir da Marvel, um com zumbis, mas faltava um: o livro de colorir do Pintinho. E finalmente um que propõe atividades de estresse.

Alexandra Moraes satiriza moda de obras terapêuticas com sua tira O Pintinho, com traço feito no Paint. Nada de mandalas, flores, passarinhos, florestas encantadas. No livro, as atividades dizem respeito às desventuras da classe média brasileira. Pinte o Pintinho, novo lançamento da Lote 42, o leitor é convidado a pincelar situações com ônibus lotado, prestações atrasadas, relações familiares, entre outras.

A festa de lançamento acontece em São Paulo no dia 27 (sábado) às 16h20 na Banca Tatuí, espaço de publicações independentes no centro de São Paulo, com pocket show no teto da banda de rock Serapicos. O livro está em pré-venda.

Pinte o Pintinho é o terceiro livro da autora. As obras anteriores, O Pintinho – Mais um filho de mãe brasileira (2013) e O Pintinho 2 – Para sempre classe média (2014), eram centradas nos diálogos entre o personagem principal e sua mãe, a galinha Dona Pinta. A nova obra, totalmente inédita, mantém o humor inventivo, característico das tirinhas, mas propõe que o leitor participe.

“Diferentemente dos cadernos de colorir que prometem ‘atividades antiestresse’, esta coleção de desenhos para pintura reproduz atividades estressantes para que tenhamos uma rara chance de rir delas”, escreve Alexandra na introdução do livro.

Sem mais artigos