100melhores

De Gramado (RS)

A Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine), o Canal Brasil e a editora Letramento lançaram no Festival de Gramado o livro 100 Melhores Filmes Brasileiros, na Sociedade Recreio Gramadense, com a presença de 23 dos críticos que participaram do projeto.

A publicação reúne textos dos mais importantes críticos e estudiosos de cinema em atividade sobre os filmes que mais se destacaram na história de nossa cinematografia, sem distinção de período, gênero ou metragem. É a primeira vez que uma publicação reúne, em uma seleção, longas e curtas-metragens representados por obras como Di (1977) e Ilha das Flores (1989). A confecção é luxuosa, à semelhança dos livros e catálogos de arte e fartamente ilustrada. Os filmes foram selecionados a partir de uma votação interna da entidade, realizada em 2015, da qual participaram todos os associados.

O longa mudo Limite (1931) foi o filme mais votado, e é coincidentemente a mais antiga produção presente na lista. Os 100 selecionados também incluem produções recentes, como Cidade de Deus (2002), Central do Brasil (1998), Que Horas Ela Volta? (2015), O Céu de Suely (2006), Bicho de Sete Cabeças (2001), Carandiru (2003), Cinema, Aspirina e Urubus (2005), Tatuagem (2013), Amarelo Manga (2003) e O Palhaço (2011). Cada artigo é assinado por um crítico, e a edição privilegiou a forma de ensaio. Os autores são, em sua maioria, membros da entidade criada em 2011, mas há também convidados, ligados a crítica dos veículos de mídia e à pesquisa acadêmica. Dentre os que têm suas obras analisadas no livro estão Glauber Rocha, Leon Hirszman, Nelson Pereira dos Santos, Eduardo Coutinho, Paulo Cezar Saraceni, Rogério Sganzerla, Anselmo Duarte, Joaquim Pedro de Andrade, Luiz Sergio Person e Carlos Reichenbach, com obras que correspondem aos mais expressivos períodos do cinema nacional. O livro 100 Melhores Filmes Brasileiros tem lançamento previsto nos principais festivais de cinema do país, que ocorrerão em 2016 e 2017.

O projeto faz parte de uma série de livros que terão o selo da Abraccine, envolvendo diversos aspectos do cinema e da crítica brasileiras.

Que Horas Ela Volta? entrou na lista. Foto: Divulgação.

Que Horas Ela Volta? entrou na lista. Foto: Divulgação.

Sem mais artigos