lealmeida

lança seu quarto disco embalado pelas ondas do mar de Búzios. Todas as Brisas chega aos serviços de streaming nesta semana e foi feito por Almeida com sua banda formada por João Casaes (guitarra), Bigú Medine (baixo) e Joab Régis (bateria).

A sonoridade vai do surf music ao space rock, mas sempre marcado pelos delays e as melodias psicodélicas, cerne do estilo do músico. Todas as Brisas foi inteiramente composto e tocado por Lê Almeida e masterizado por João Casaes, entre 2015 e 2016, no Escritório (RJ). O trabalho é o número 90 da Transfusão Noise Records, tem distribuição digital da DeckDisc e será prensado em K7, vinil e CD em parceria com a Outprint (SP) e IFB Records (USA).

O clima de praia é reforçado pelos títulos de músicas como “Quebrante das ondas”, “Praia alta” e, claro, a faixa que batiza o álbum. Esse novo trabalho chega depois de Mantra Happening, marcado por um hipnótico clima de jam, estilo “space rock”. O novo disco – gravado no Escritório, novo quartel general da TNR, no Centro do Rio, que abriga também um micropalco e um minibar – fica num meio termo entre o shoegaze dos seus trabalhos iniciais e os lindos sonhos delirantes de “Mantra”.

“Esse disco já tava gravado quando fizemos o Mantra, mas eu achei que a gente tava em uma fase ao vivo muito mais ligada ao Mantra do que a esse disco, por isso lançamos ele primeiro”, explica Almeida, em comunicado, referindo-se ao seu power-quarteto, que tem João Casaes (guitarra), Bigú Medine (baixo) e Joab Regis (bateria). “Mas Todas as Brisas traz um pouco do trabalho anterior, com umas faixas mais longas do que eu fazia antes”.

Ouça o disco abaixo, no YouTube.

todas-as-brisas-capa

Sem mais artigos