Foto: Divulgação

Os governos do Paraguai e da Argentina não aceitaram cooperar com a diretora vencedora do Oscar, Kathryn Bigelow, na produção de seu próximo filme, Triple Frontier, afirmou o blog da revista New York. O longa vai falar de terroristas que atuam entre esses dois países, mais o Brasil.

Segundo os ministros do Turismo do Paraguai e Argentina, o filme traria um impacto negativo para a região. A diretora ficou famosa com Guerra ao Terror, que mostra a atuação de um esquadrão anti-bombas no Iraque.

O filme venceu o Oscar de Melhor Filme e deu o prêmio de direção para Bigelow.

Sem mais artigos