lança single do seu terceiro disco, Suspenso, previsto para julho. “As Coisas Não se Ajeitam Sozinhas” é a primeira faixa a ser divulgada.

O novo trabalho irá trafegar por uma estética diferente do que ele vem fazendo em seus trabalhos anteriores. “Suspenso é um disco da preparação da mudança, o momento do voo, da transição”, conta o músico, via e-mail.

Em linhas gerais, um soul music “a la Juvenil Silva”, com pitadas de outras inspirações. “… me vinham em mente coisas da vanguarda paulista… Itamar Assumpção e Isca de Polícia, mais especificamente. Mas também há um “quê” do funk, do soul brazuca dos anos 70. Tudo isso sem querer soar forçadamente igual, e sim da minha própria maneira”.

““As Coisas Não se Ajeitam Sozinhas” reflete e questiona verdades impostas por um padrão de sociedade que há muito já me soa defasada e me inquieta. Duvidando do que é certo ou errado, bom ou ruim, me atiro em queda livre no escuro”, explica.

Ouça a faixa abaixo, que também está disponível nas plataformas de streaming:

Sem mais artigos