Justin Timberlake

JUSTIN TIMBERLAKE
Futuresex/LoveSounds
[Jive, 2006]

Futuresex/LoveSounds

Depois deste disco, até poderemos perdoar Justin pelo lixo depositado à força que foi o ´N Sync. O seu trabalho anterior, Justified, não fedia nem cheirava. Este aqui é pop de classe. Com a maozinha negra e certeira do produtor Timbaland, Justin se agarra numa verve sexy em que muitos outros se perdem. Ele, por força de seu magnetismo pessoal seduziu com sua música e seu corpo, como o alien Micheal Jack fizera nos anos 1970-80. Sem falsetes, o álbum é uma bem-feita colagem de soul-pop, tudo muito radiofônico, prazeroso e descansado. A impressão do disco novo deste garoto é muito bem-humorada. Ouça a faixa “SexyBack”, uma das candidatas a música do ano e depois se jogue na trilha sonora bem-feita para uma noite qualquer, uma noite dessas bem divertidas, terminando você sabe onde. Justin faz seres obtusos e gagás como Robbie Williams chorar de vergonha. Melhor Performance Masculina pra ele. [Paulo Floro]

NOTA:: 8,0

Sem mais artigos