A banda pernambucana Jorge Cabeleira e o dia em que seremos todos inúteis já se prepara para o que está por vir e apresenta o primeiro single do seu terceiro disco, a música “Talismã”. Ela é uma releitura da dupla de conterrâneos Geraldo Azevedo e Alceu Valença, que lançaram a canção em 1972 no primeiro disco da carreira, Quadrafônico, no meio da efervescência psicodélica da época.

Para a nova versão, Jorge Cabeleira convidou o também pernambucano Tagore.

Segundo o vocalista e guitarrista, Dirceu Melo, a união foi muito natural e a versão influenciada pelo canadense Neil Young e a australiana Tame Impala. “Tagore é um artista da nova geração que admiro muito e há tempos que temos um contato próximo. Nossas músicas também são bastante influenciadas pelo baião e por essa cena da música psicodélica pernambucana de onde surgiram artistas como Alceu, Geraldo, Zé Ramalho, Lula Côrtes, Ave Sangria e outros”, conta Dirceu.

“Talismã” é, portanto, uma pérola do cancioneiro nacional e fará parte do álbum Jorge Cabeleira III previsto para sair em janeiro de 2019. O disco é um marco para a banda, que se separou após o lançamento de seu segundo álbum Alugam-se Asas Para o Carnaval (2001), retomando a carreira no carnaval de 2013 em convite do famoso festival Recbeat que acontece durante o carnaval recifense.

Sem mais artigos