Guillermo Arriaga, Samantha Power, Nélida Piñon, John Sack, João Gilberto Noll e Laurentino Gomes são apenas alguns dos escritores que integram a programação cultural do evento neste final de semana.

Autora de o Diário de Zlata, a escritora bósnia Zlata Filipovic é uma das atrações internacionais do Salão de Idéias Volkswagen deste sábado, dia 16. Mais tarde, o mexicano Guillermo Arriaga, premiado pelo roteiro de Babel com o Globo de Ouro, bate um papo com o público, e também com os brasileiros Marçal Aquino e Marcelo Rubens Paiva, sobre literatura e cinema.

Um dos países homenageados nesta edição da Bienal, a Espanha será representada na programação deste sábado por seis autores: Clara Sánchez, Juan Madrid, Antonio Soler, Rafael Chirbes, Santiago Roncagliolo e Francesc Miralles. No time de autores brasileiros, nomes como Moacyr Scliar, Mário Sérgio Cortella, Roberto Shinyashiki completam a programação.

No domingo, 17, a premiada Nélida Piñon abre a programação do Salão de Idéias Volkswagen falando de sua obra e seu papel como escritora. O vencedor do Premio Jabuti João Gilberto Noll é outro grande nome deste espaço.

O destaque internacional fica para os americanos Samantha Power, vencedora do Prêmio Pulitzer e ex-assessora de Barak Obama, e John Sack, autor de A Conspiração Franciscana. Stephane Audeguy representa a França neste domingo.

No Espaço Literário Ipiranga, o jornalista e escritor Laurentino Gomes debate com o público os 200 anos da chegada da corte portuguesa ao Brasil, tema do seu best-seller 1808.

O Salão de Idéias Volkswagen e o Espaço Literário Ipiranga são atrações gratuitas para os visitantes da Bienal Internacional do Livro de São Paulo. É necessário retirar senha duas horas antes de cada sessão.

Sem mais artigos