Revista O Grito!

Jazz Metal — Por Paulo Floro

Tag: Wolverine

Kent Williams de volta aos quadrinhos Marvel

x-men3

Um dos ilustradores mais interessantes dos últimos anos, vai voltar a trabalhar com a Marvel. Ele vai desenhar um novo título X, segundo informou o roteirista Brian Michael Bendis, manda-chuva atual quando o assunto é HQs dos mutantes.

Williams chamou atenção em 1993 na série Killing, com roteiro de John Ney Rieber. Veja mais do trabalho do autor:

x-men2

x-men

Edição definitiva de Arma X e a onda das reedições

Wolverine-Arma-X-Edição-Definitiva

A Panini engatou nos últimos meses uma série de reedições de clássicos da Marvel e DC. Agora, uma das maiores histórias de ganha sua “edição definitiva”, , escrito e desenhado por Barry Windsor-Smith. A obra mostra como o personagem teve o esqueleto revestido de adamantium e como a experiência traumática o modificou para sempre.

É uma obra de teor psicológico que poucas vezes é visto nas histórias de super-heróis, mas foi mais lembrado ao longo dos anos por causa da arte de Windsor-Smith, autor inglês conhecido por seu trabalho em Conan – O Bárbaro e que sempre fez aparições ocasionais, mas chamativas, em títulos Marvel.

A HQ saiu originalmente em Marvel Comic Presents nºs 72 a 84, de 1991, e foi publicada duas vezes pela Abril, em Grandes Heróis Marvel #35 e Wolverine Extra #1. A Panini lançou uma vez em 2003 com o nome Wolverine: Arma X. Esta nova edição terá capa dura, 156 páginas e custará R$ 48.

WolverineArmaX

Mais reedições
Há quem critique as frequentes reedições da Panini, que seria uma estratégia mais fácil para alavancar vendas, mas essas novas edições geram mais oportunidade para que novos leitores conheçam clássicos, muitas vezes em um formato bem parecido com o original. Como na literatura, as obras estão sempre recebendo uma nova edição, o que facilita encontrar a obra disponível em livrarias.

Obras como Massacre de Mutantes, Queda de Mutantes e A Era do Apocalipse, histórias conhecidas dos , as novas edições chegam pela primeira vez ao Brasil no formato americano. Todas foram lançadas recentemente em edições encadernadas. Já O Reino do Amanhã – Edição Definitiva cumpre a função de trazer de volta às bancas e livrarias a história de Mark Waid e Alex Ross sobre o futuro do Universo DC. O problema é o preço: R$ 89. Quando saiu em 2004 pela própria Panini custava R$ 24,90.

Outra na vibe da ostentação é Justiça – Edição Definitiva, que saiu pela em 2007 em uma minissérie de 12 edições a R$ 4 cada. A editora ainda anunciou que irá colocar reimpressões – que são apenas novas tiragens de edições esgotadas – de obras como Guerra Civil, Os Novos Vingadores: Guerra Civil e Os Supremos Volume 1; pela DC: Batman: Ano Um, Batman: A Piada Mortal e Batman & Filho. Isso sem falar nas “bibliotecas históricas”, coleções em formato colecionável de histórias dos anos 1960. Super-heróis Marvel tiveram edições lançadas no início do ano e agora o Homem-Aranha ganhou sua coleção.

A Panini não divulga números de vendas, mas pelo volume de lançamentos as reedições devem fazer sucesso. Ou seja, é bom esperar mais clássicos vindo por aí.

ReinoDoAmanhaED

Novo filme de Wolverine no Vine

Incrível este preview de seis segundos do novo filme Wolverine – Imortal (clique no link se o embed não estiver funcionando)! Mas, achei ainda mais incrível essa divulgação usando o , nova rede social de clipes curtos como esse. Espero que mais estúdios adotem. É bem mais prático do que qualquer teaser no YouTube.

Embaixo tem mais fotos do longa, que estreia dia 26 de julho.

the-wolverine-4

the-wolverine-2

hugh_jackman_wolverine_one_sheet

Wolverine e Hércules se beijam em HQ da Marvel

wolverine-e-hercules-trocam-beijo-em-hq-da-marvel-1361909957658_570x859

A Marvel vai mostrar um beijo entre e . A notícia foi divulgado pelo Bleeding Cool e se passa em uma realidade alternativa. Na HQ X-Treme 10, os dois se perdem em realidades alternativas e terão contato com personagens em diversas épocas e mundos.

O beijo acontece na Grécia antiga. A página divulgada da HQ mostra o texto: “Nós fomos os maiores heróis de nossos mundos. E no dia em que matamos o pior monstro que ameaçou o Domínio do Canadá… Nós revelamos nosso amor”. A edição será lançada em setembro.

Tanto a Marvel quanto a DC vêm mostrando relacionamentos gays em suas HQs. A primeira casou o super-herói mutante Estrela Polar na revista Ashtonishing X-Men 51. Já a DC tem a Batwoman, uma vigilante de Gotham que é lésbica assumida. Além desses exemplos mais famosos, roteiristas têm tratado do tema em várias outras publicações. Público e crítica têm apoiado essas iniciativas.

O mesmo se pode dizer da GLAAD ( & Lesbian Alliance Against Defamation), associação contra difamação dos EUA, que elogiou as editoras publicamente. “Os reconhecimentos e homenagens a comunidade , lésbica, transexual e bissexual são justas e abordam questões que afetam as vidas dos envolvidos”.

wolverinegay

Jazz Metal é um blog da Revista O Grito!. Todos os direitos reservados. © 2013–2019