Revista O Grito!

Jazz Metal — Por Paulo Floro

Tag: Marvel Comics (Página 1 de 7)

Homem de Ferro será uma adolescente negra em nova série da Marvel

ironwoman

Ainda estou sob o efeito do impacto do novo da Marvel. Ou melhor, da . A editora revelou que a famosa armadura do personagem será usada por uma jovem mulher negra de 15 anos na reformulação da série.

Riri Williams é uma gênia da computação do prestigiado MIT, nos EUA. Ela irá estrelar o novo título Invincible Iron Man #1, que será escrito pelo vencedor do Eisner Brian Michael Bendis. Riri já tinha aparecido brevemente nas histórias do Homem de Ferro quando chamou a atenção de Tony Stark ao recriar a armadura em seu dormitório na universidade usando a técnica da engenharia reversa. Os desenhos serão de Stefano Caselli.

O surgimento da Mulher de Ferro faz parte de uma estratégia da em reformular personagens famosos de modo a atrair um público mais diverso além do jovem homem branco. Nesta proposta já tivemos a Thor mulher e a nova Ms Marvel, uma adolescente muçulmana filha de pais paquistaneses.

Bendis é um dos nomes responsáveis por mexer em cânones da editora. Foi ele quem criou o personagem Miles Morales, um jovem negro de ascendência latina que assumiu o traje do Homem-Aranha no lugar de Peter Parker. A HQ tornou-se um sucesso e Miles segue firme até hoje dentro da cronologia da editora. Bendis sempre foi ciente que essas mudanças não viriam sem uma reação contrária. Ele costuma debater na internet com fãs “irritados” com esse aumento de representatividade das histórias. “Tem fãs que dizem ‘mostrem-nos algo novo’, e tem outros que dizem ‘não façam nada diferente de como quando eu era criança. Então quando você introduz novos personagens sempre vai ter gente paranóica sobre como estamos arruinando a sua infância”, disse Bendis ao The Guardian. “Alguns dos comentários online – eu não acho que as pessoas realizam o quanto estão sendo racistas”.

A aparição de Riri faz parte da nova saga II, que também é escrita por Bendis. A saga, ainda inédita no Brasil, promete mudar as estruturas da Marvel pela milionésima vez. De reformulação em reformulação, é interessante ver que as histórias ganham novas cores e sabores além do habitual.

Leia o que escrevi sobre a nova série do Pantera Negra.

Marvel cancela duas capas de Milo Manara após polêmica da Mulher-Aranha

SpiderWoman1MiloManaraCrop2-640x396

A decidiu cancelar duas capas alternativas que seriam ilustradas por . A notícia chega após as polêmicas envolvendo uma ilustração do artista para a HQ da Mulher-Aranha.

A imagem de Spider Woman #1 mostra a heroína em uma pose sexy, típica dos trabalhos do artista. Feministas e uma parcela dos leitores reclamaram da capa, tida como exagerada e apelativa.

As novas capas que Manara iria desenhar para a Marvel seriam Avengers & X-Men – Axis #1 e Thor #2. Para a primeira, o artista substituto será Siya Oum.

SPIDERWOMAN001Manara-06299-600x853

Marvel pede desculpas por capa polêmica da HQ da Mulher-Aranha

Manara_SpiderWoman-comiX

A Marvel pediu desculpas publicamente pela capa polêmica da Mulher-Aranha desenhada pelo italiano . A pose erótica irritou feministas e diversos leitores que levantaram questões sobre a objetificação da mulher nas HQs.

“Queremos que todo mundo – a maior parcela possível de leitores – se sinta confortável para ler Spider-Woman. Nós pedimos descupas – eu peço desculpas – pelas mensagens confusas que esta capa transmitiu”, disse o editor-chefe, Axel Alonso, em comunicado ao Comic Book Resources.

Alonso disse ainda que a capa não reflete o tom da história e foi feita apenas para colecionadores, com uma tiragem limitada. O próprio Manara tentou se explicar mostrando o desenho por um outro ângulo. Não ajudou. Usuários no Reddit também renderizaram a pose em 3D para mostrar que ela é humanamente impossível.

Spiderwoman_3022869b

Spiderwomancrop_3022870c

A capa de Spider-Woman #1, série inédita no Brasil, teve uma capa alternativa desenhada por Manara, que é conhecido por quadrinhos eróticos aclamados pela crítica, como O Clic e O Perfume do Invisível. Mesmo com todas essas referências, a Marvel não foi perdoada e recebeu diversas acusações de sexismo. Os defensores dizem que a editora está indo na direção correta do mundo atual ao dar mais títulos para personagens femininas. Além da , Tempestade e Capitã Marvel também receberam suas próprias revistas.

Compete contra a editora o histórico ruim da Marvel em relação à representação feminina, marcada pela exploração do corpo como maior mote para as vendas. Isso vem mudando bastante, mas o número de autoras nos quadrinhos norte-americano ainda é bem pequeno (cerca de 30%, segundo Alonso). “A Marvel está longe de ser perfeita, mas estamos mudando.”

Spider Woman #1 tem roteiro de Dennis Hopeless e desenhos de Greg Land e chega aos EUA em novembro.

SPIDERWOMAN001Manara-06299-600x853

Caixa de 75 anos da Marvel Comics é o maior artigo de luxo das HQs este ano

caixa-marvel-5

A Marvel divulgou detalhes da caixa comemorativa dos 75 anos da editora. Olhem o nível do luxo: 10 volumes em capa dura, um livro-pôster ilustrado por Alex Ross e assinado por Stan Lee e um layout que faz referência à mansão dos Vingadores.

A caixa Marvel Famous Firsts: 75th Anniversary Masterworks chega às comic-shops norte-americanas nesta semana e pode ser importada pela Amazon e outros e-commerces, além de grandes livrarias aqui no Brasil. O preço, segura aí: 500 dólares (cerca de R$ 1.200).

caixa-marvel-1

caixa-marvel-4

caixa-marvel-2

A capa de Milo Manara para a Mulher-Aranha reacende polêmica sobre exploração feminina

SPIDERWOMAN001Manara-06299-600x853

O desenhista italiano Milo Manara está causando polêmica mais uma vez. Tudo por causa de uma capa variante da HQ da . Em uma pose estranha e exageradamente sensualizada, o que levantou novamente o debate da objetificação feminina nos quadrinhos.

Manara é conhecido por esse estilo hiper-sexualizado. Ele possui obras clássicas do quadrinho erótico, como O Clic e O Perfume Invisível, em geral com um traço delicado e uma narrativa envolvente, bem amarrada. No entanto, suas participações no mercado de quadrinhos dos EUA, em geral, são desastrosas.

X-Men – Garotas em Fuga, lançado por aqui pela Panini e escrita por Chris Claremont, é tido como um dos piores trabalhos de Manara. Agora, com essa capa de Mulher-Aranha, ele ganha mais uma obra “menor” no currículo. Além de Manara, a nova revista da personagem ainda tem capa variante de Skootie Young e Siya Oyum.

Sobre esse tema indico duas colunas de Dandara Palankof na Revista O Grito!: “Super-herói é coisa de menina” e “Leitores machistas, parem de ler HQs“.

Spider-Woman terá de roteiro de Dennis Hopeless e arte de Greg Land, que também assina capas. O primeiro número chega em novembro. [Via UniversoMarvel616]

Página 1 de 7

Jazz Metal é um blog da Revista O Grito!. Todos os direitos reservados. © 2013–2019