Revista O Grito!

Jazz Metal — Por Paulo Floro

Tag: Alan Moore (Página 1 de 3)

Alan Moore cria plataforma de quadrinhos digitais

alanmoore

O escritor anunciou uma plataforma de código aberto de quadrinhos. Chamado de Electricomics, servirá para que autores possam publicar HQs digitais e também organizar antologias e coletâneas. O anúncio foi feito nessa quarta (28) ao lado de sua filha, Leah Moore.

A vai tanto servir para quadrinistas independentes quanto para veteranos. Segundo Moore, Garth Ennis e Peter Snejbjerg irão lançar pela plataforma a HQ Red Horse, que se passa na Primeira Guerra Mundial. Já Peter Hogan prepara uma obra de horror chamado Cabaret Amygdala. Leah e John Reppion fazem a história de viagem de tempo Sway.

watchmen

Ele deu poucos detalhes de como esse aplicativo em código aberto vai funcionar, mas divulgou o seguinte comunicado, que entrega um pouco do que ele pretende com a novidade:

“Ao invés de simplesmente transferir a narrativa dos quadrinhos da página para a tela, temos a intenção de criar histórias expressamente concebidas com o intuito de testar os limites de contar histórias desta tecnologia sem precedentes. Para isso estamos montando equipes com os criadores mais inovadores na indústria e, em seguida, permitindo-lhes a entrada nos processos técnicos, a fim de criar uma nova capacidade de contar histórias em quadrinhos.

Será, então, disponibilizado gratuitamente para todo e qualquer talento emergente que está, sem dúvida, lá fora, apenas esperando para ter acesso ao kit de ferramentas técnicas que lhes permitirá criar os quadrinhos do futuro.”

A Electricomics será mantida pela Orphans of the Storm, produtora de Moore junto com Mitch Jenkins. O investimento para a criação veio do Digital R&D Fund for the Arts e o app está sendo desenvolvido pela empresa Ocasta.

electricomics-630x634

Exposição histórica reúne 200 anos de quadrinhos no Reino Unido

Expo-1

Acontece em Londres a maior exposição de quadrinhos do Reino Unido. Serão duzentos exemplares da coleção de quadrinhos da Biblioteca Britânica, em Londres, que foram reunidos para a exposição Comics Unmasked: Arte and Anarchy in the UK (Quadrinhos revelados: Arte e Anarquia no Reino Unido).

Alguns dos gibis nunca foram exibidos em público. A mostra reúne material publicado ao longo de 200 anos. Tem também material contemporâneo, como HQs de , , e Jamie Hewlett.

Veja um vídeo com os curadores explicando como foi montar essa exposição histórica. Quem estiver por Londres até 19 de agosto, não deveria perder. [Via BBC]

Expo-9

Marvel vai publicar Miracleman em janeiro de 2014

miracleman2

Nos quadrinhos de super-heróis poucos nomes são tão aclamados quanto , personagem que foi recriado por como uma versão do Capitão Marvel da DC em 1982, ao lado de Gary Leach e Alan Davis.

A divulgou na New York Comic Con, que terminou no último final de semana, que irá publicar toda a fase de Alan Moore, e . Desse modo, a editora vai encerrar histórias que estavam inéditas há mais de 20 anos.

Existia uma disputa envolvendo os direitos autorais do personagem, que parece ter sido resolvida. A Marvel adquiriu os direitos do personagem em 2009. Moore não permitiu o uso de seu nome nesta republicação.

Segundo a Marvel, Miracleman chega às lojas em janeiro de 2014. Agora é torcer para este material chegar logo ao Brasil. [Via UHQ]

Quesada-MiracleMan

Alan Moore deseja o melhor para os protestos no Brasil

Divulgação

Divulgação

Depois do desenhista foi a vez de , autor de , comentar os protestos no Brasil. O UOL entrou em contato com o autor. “Desejo o melhor para os protestos no Brasil. Acho que o que estão fazendo é maravilhoso e espero que isso progrida para uma vitória. Mas a HQ não é a forma que eu me conecto com esses protestos”, disse ele, por telefone.

Alan Moore se inspirou em Guy Fawkes, um revolucionário inglês que tentou derrubar o governo britânico em 1605. Na HQ V de Vingança, o personagem V usa uma máscara inspirada em Fawkes. Moore credita a Lloyd a ideia das imagens usadas na obra. Hoje o desenhista detém os direitos de todo o merchandising das máscaras usadas nos protestos e também dos direitos autorais da adaptação para os cinemas feita por James McTeigue.

Leia a entrevista completa no UOL e aqui o desenho que Lloyd fez exclusivamente para os protestos no Brasil.

David Lloyd, desenhista de V de Vingança, comenta protestos no Brasil

v-for-brasil

Depois de diversos quadrinistas brasileiros manifestarem sua opinião sobre as manifestações que acontecem pelo Brasil, o desenhista inglês acaba de dar sua contribuição. Ele é, ninguém menos, que o artista da HQ e responsável por popularizar a máscara de Guy Fawkes, usada em protestos por todo o mundo.

A máscara é usada pelo personagem V como uma inspiração em Guy Fawkes, revolucionário inglês que foi preso em 1605 após uma tentativa de atentado ao Parlamento inglês. Escrita por entre 1982 e 1985, a HQ tornou-se um dos maiores sucessos do selo Vertigo da DC Comics depois de sair originalmente na revista inglesa Warrior. Ganhou uma versão cinematográfica em 2006, dirigida por James McTeigue. Desde 2008, vem sendo usada também pelo grupo hacker Anonymous e em diversos protestos pelo mundo.

O paraibano Januncio Neto, do blog StudioMadeInPB entrou em contato com o autor pedindo uma contribuição sobre os protestos. Ele então enviou um desenho da máscara de Guy Fawkes com a inscrição em português “Isto não é por 20 centavos, é por direitos”. No blog há até uma entrevista com o artista. “Como um mero criador da imagem, não tenho certeza que meu apoio será de grande ajuda, mesmo eu tendo muita simpatia, é claro, pelo ”, disse, bem humilde. Veja mais desenhos sobre os protestos.

Foto Reprodução via PRWEB.com

Foto Reprodução via PRWEB.com

Página 1 de 3

Jazz Metal é um blog da Revista O Grito!. Todos os direitos reservados. © 2013–2019