DC nega uso do logo de Superman em estátua de garoto morto pelos avós

baldwin_statue.jpg.size.xxlarge.promo

Uma decisão da DC está pegando bem mal para a imagem da editora.

A empresa negou o uso do “S” do uniforme de em uma escultura feita em um homenagem ao garoto Jeffrey, fã do herói, e que morreu em decorrência dos maus tratos dos seus avós em 2002.

Jeffrey Baldwin, morto quando tinha 5 anos, era um garoto de Toronto que morreu de inanição após viver em péssimas condições de higiene e saúde. Os avós tinham a custódia de Jeffrey e de seus três irmãos, mas apenas dois eram bem cuidados.

Jeffrey e sua irmã viviam trancados em um quarto sem luz em meio a urina, fezes e sangue. Ela ainda podia ir à escola, o que ajudou a salvar a vida do irmão, pois trazia lanches que eram sua única fonte de alimentação. Os avós foram condenados pela morte do garoto em 2006.

Um homem chamado Todd Boyce decidiu no ano passado criar uma estátua em homenagem a Jeffrey, sensibilizado com essa história trágica de violência infantil. Ele contratou o artista Ruth Abernathy para realizar o serviço. Uma das fotos do menino, sem data, mostra ele feliz em uma fantasia de Superman e por isso ele foi imortalizado vestido como o herói.

A imagem é da época em que Jeffrey ainda não morava com os avós. Os pais adolescentes perderam a custódia dos filhos por não conseguiram provar na Justiça condições de cuidar das crianças.

Ao pedir permissão de usar o logo, a DC retornou com uma negativa. “A DC Entertainment, [detentora dos direitos do personagem] disse que a empresa não está confortável em ser associada ao abuso de crianças”, disse Boyce, citado pelo blog TheBeat. A recusa gerou muitas críticas negativas à DC nas redes sociais.

A solução encontrada por Boyce foi usar a letra “J”, de Joffrey, no lugar de “S”, de Superman.

Foto via TheStar.

baldwin-statue-_fran

Comentários

Leia Mais
Badalonando