lepoint_tintin

Duas novidades de nas importadoras. As revistas francesas Historia e Le Point lançam uma edição especial com o personagem.

Tintin Et Les Forces Obscures tem capa dura, 130 páginas e aborda as tais “forças obscuras” nas aventuras do personagem, como sociedades secretas, extraterrestres, ocultismo, telepatia, entre outros. Vem ainda com um artigo sobre , criador do herói e bibliografia. Custa 8,90 euros.

Já o livro Les Trésors de Tintim, publicado pela Éditions Moulinsart, traz texto de Dominique Maricq. A obra é de fato um tesouro para os fãs de Tintim, pois traz documentos raros de Hergé, como cartas, esboços e páginas inacabadas, além de estudos de cores e arte-final das HQs. Tem 96 páginas, capa alcochoada e papel de alta qualidade.

Ainda conta com um fac-símile da primeira aparição de Tintim, no suplemento Le Petit Vingtième. O livro custa 29,95 euro. [Via UHQ]

Ainda sobre Tintim, o jornal francês Le Soir e a editora franco-belga informaram que receberam autorização da administradora do espólio de Hergé para publicar um novo álbum. Mas apenas em 2052!

É que em 2053, ou seja, daqui a 40 anos, completa-se 70 anos da morte de Hergé e por isso, Tintim passa a ser de domínio público. A Moulinsart, empresa que administra as HQs de Tintim e a Casterman se comprometeram em lançar um ano antes um álbum inédito como forma de “proteger” a obra.

A ideia da editora é estabelecer um parâmetro antes das dezenas de obras que deverão vir assim que Tintim entrar em domínio público. Isso colocaria uma “distinção” entre a editora original do personagem e as demais. [Via Omelete]

Comentários