O escritor e editor Dale Lazarov publicou durante a Toronto Comic Art Festival uma publicação sobre como os quadrinhos podem ser uma representação do homoerotismo e servirem de base de inspiração para a ‘gay art’. Com o abusado título de Comics Made Me Gay (Quadrinhos me tornaram gay), a apresentação em PDF apresenta desde os clássicos heróis da DC, passando por Tom of Finland, paródias de Popeye, chegando até os cartunitas contemporâneos.

Achei o trabalho bem interessante – e pertinente. Quem me deu a dica para o post foi o próprio Dale, pelo Twitter. Quem jogou na web a apresentação foi Rich Johnston, no Bleeding Cool. Quem curtir, pode seguir o tumblr de Lazarov e o site. Para quem ainda não o conhece, ele já foi alardeado como o “Alan Moore”, dos quadrinhos gays.

Comentários