Revista O Grito!

Jazz Metal — Por Paulo Floro

Data: 25 de maio de 2012 (Página 1 de 2)

#OrgulhoNerd: Uma homenagem à maior musa nerd de todos os tempos, Agente Scully

Antes tarde do que nunca, meu post-homenagem ao e todo dedicado à maior musa geek que já existiu: (), a estrela de .

E um bônus, com (David Duchovinny)

MundoBit 19/05 – 25/05: Games antigos, impressão 3D, RPG da Marvel, Parqtel


“ROOARR”

Os destaques desta semana na editoria de tecnologia do portal NE10.

Empresa brasileira traz impressão em 3D para o mercado doméstico
Saudosismo de games antigos segue forte nos consoles e no celular
Fundo de investimento Sequoia Capital planeja abrir escritório no Brasil em julho
Brasil receberá campeonato mundial de Street Fighter
RPG online da Marvel será gratuito e inspirado em Diablo
O dia do orgulho nerd no Recife
Gestão do Parqtel preocupada com propriedade intelectual
Governo planeja instalar fábrica de circuito integrado no Parqtel
Porto Digital terá primeira aceleradora de empreendimentos do Norte e Nordeste
HQ sobre Steve Jobs será lançada no Brasil

35 anos das HQs de Star Wars

Há 35 anos, o primeiro filme (que depois seria chamado de Episódio IV – Uma Nova Esperança) chegava aos cinemas. O que pouca gente sabe é que menos de dois meses depois, a série chegou aos quadrinhos. Quem deu a dica foi o blog As Leituras de Pedro, que descolou alguns trechos da HQ.

Grupo ultraconservador One Million Moms protesta contra personagens gays nas HQs

A organização conservadora americana One Million Moms está implicando com o dos , entre o personagem e seu namorado Kyle e também com a revelação de um herói na . O grupo divulgou um comunicado em que condena as iniciativas das editoras.

O OMM continua com a ótica obtusa de que quadrinhos são direcionados para crianças. Depois, discorre em preconceito dos mais básicos, ao acreditar que crianças não podem ser expostas a comportamentos de outras orientações sexuais, que não a heterossexual.

“Crianças desejam ser como super-heróis. Crianças imitam e se vestem como esses personagens o quanto puderem. Você consegue imaginar esses pequenos meninos dizendo: ‘Eu quero um namorado ou marido como os X-Men’? Isso é ridículo”, diz um trecho do comunicado da organização. “Crianças vêm sendo expostas à homossexualidade desde a mais tenra idade. Os quadrinhos deveriam ser um dos últimos lugares onde os pais esperariam que seus filhos fossem confrontados com assuntos homossexuais, complicados demais para que eles entendam”.

O curioso é que a organização mostra um grande desconhecimento dos quadrinhos de super-heróis nos EUA. O personagem Estrela Polar, que vai se casar mês que vem, é assumido desde 1992, quando participava das histórias do grupo . A DC Comics já tem outra personagem estabelecida que é lésbica assumida, a atual . Sem falar nos heróis e , do grupo Stormwatch.

As histórias dos X-Men sempre serviram como metáfora do preconceito sofrido pelas minorias, como os gays. O casamento entre Estrela Polar e seu namorado, portanto, é algo bem natural. Já a DC Comics dá um grande passo na maturidade com que trata o assunto, já que decidiu mudar a orientação sexual de um personagem “proeminente”. O mais novo super-herói a sair do armário na editora será revelado mês que vem.

Veja a íntegra da declaração do One Million Moms (em inglês).

Um PS: Esse grupo de mamães ultrareacionárias já implicou também com Ellen DeGeneres. A apresentadora foi chamada para ser garota propaganda da rede de lojas JC Penney (tipo uma Americanas). O OMM achou um absurdo que uma lésbica assumida fosse estrela de uma marca que elas consumiam. Por isso, iniciaram uma campanha de boicote. Resultado: não só não deu certo, como a JC Penney repudiou o grupo e reforçou seu apoio às causas gays.

Clutch queer-nerd

Post em homenagem à querida @nietzschiana. Achei aqui.

Página 1 de 2

Jazz Metal é um blog da Revista O Grito!. Todos os direitos reservados. © 2013–2019