A Fantagraphics, uma das maiores editoras de quadrinhos alternativos do mundo anunciou para fevereiro do ano que vem o livro No Straight Lines: Four Decades of Queer Comics, editado por Justin Hall. Com capa dura e 304 páginas, tem tudo para ser a mais importante obra do gênero já publicada.

O gênero “queer” tem sido pesquisado em diversas formas de arte, com mais ênfase no cinema, mas sempre esteve presente em todo tipo de mídia. O termo para muitos já está caduco, mas serve como forma de identificação para o público gay de que aquela obra traz referências para seu universo particular. É uma coisa de cultura, na minha opinião, ainda bem pertinente.

E temos excelentes quadrinhos nessa seara. O livro traz nomes como Alison Bechdel (Fun Home), Ralf König (das HQs de humor como O Homem Ideal), David Wojnarowicz, Howard Cruse, entre outros. O organizador do livro, Hall quer mostrar que esses quadrinhos ligados ao mundo LGBT chegaram ao mainstream e tornaram-se famosos em jornais e grandes editoras. Antes, estiveram confinados a fanzines, lojas de artigos gays e jornais para esse público.

Para quem gosta de história, pesquisar o universo gay ou simplesmente ama quadrinhos e as infinitas possibilidades que ele pode gerar, esse livro é um tesouro. Vai custar 40 dólares segundo o site da editora.

Comentários