Jack Johnson (Foto: Divulgação)

Cantor havaiano está de volta com a linha ‘voz e violão’ que o consagrou
Por Gilberto Tenório

JACK JOHNSON
Sleep Throught the Static
[Brushfire, 2008]

Jack Johnson - Sleep Through the StaticÀ primeira audição, os discos do cantor Jack Johnson parecem ser todos absolutamente iguais. À segunda também. Mas isso não é necessariamente um defeito, a julgar pela legião de fãs que o havaino com pinta de surfista tem conquistado desde que estreou na música com o álbum Brushfire Fairytales (2000). Agora, ele está de volta com sua linha ‘voz e violão’ descolada no agradável Sleep Through the Static (2008).

É inegável que a voz suave de Johnson agrada a várias tribos. Nesse novo trabalho a interpretação solar do cantor abre espaço para uma certa melancolia causada pela morte de um primo do artista pouco antes da finalização do CD. Entretanto, o baixo astral não toma conta do álbum e, após “All at Once” (a música que fala sobre o ocorrido), surge uma sequência de baladas com levada folk no melhor estilo ‘Aloha Hawai!’ Das 14 faixas, os destaques ficam por conta das simpáticas ‘Angel”, “Same Girl” e “If I Had Eyes”.

Com seu jeitão de bom moço, Jack Johnson pode não ser uma grande artista, mas consegue conquistar o público com a simplicidade de seus arranjos e a sinceridade de suas letras. Sleep Through the Static é uma ótima e despretensiosa companhia – seja para relaxar, curtir os amigos, ninar um bebê ou, claro, namorar na praia.

NOTA: 7,0

[audio:06.Jack Jonhson – If I Had Eyes.mp3]
Sem mais artigos