isadora

Novidade da renovação da cena musical pernambucana, lança seu disco de estreia, Vestuário. O álbum traz participação de músicos como Jaques Morelenbaum e dos companheiros Zé Manoel e Juliano Holanda, que sempre estiveram presentes na carreira de Isadora.

Leia Mais: Perfil de Isadora Melo, “As coisas belas de Isadora”

Aos 27 anos, Isadora já teve passagens pela TV, na série Amorteamo (TV Globo) e no teatro, escalada por João Falcão para compor o elenco do musical Gabriela. Este disco de estreia chega dois anos depois do lançamento de seu primeiro EP (Isadora Melo, 2014).

Na proposta de renovação que traz para a canção brasileira a formação de sua banda traz bandolim, acordeon, baixo acústico e violão. A voz de Isadora é reforçada pelo acompanhamento de músicos da cena pernambucana: Rafael Marques (Arabiando e Saracotia), Julio Cesar (Arabiando), Walter Areia (ex-Mundo Livre S/A e Areia e Grupo de Música Aberta) e Juliano Holanda (Orquestra Contemporânea de Olinda) – que assina a produção do disco -, respectivamente.

No álbum, as canções “Partilha” e “A joia” do EP de estreia, lançado em 2014, ganharam novos arranjos para se juntar à outras dez faixas de seu repertório. Ela interpreta canções de Juliano Holanda, Júlio Holanda, Glauco César, Zé Manoel, Kassin, Mavi Pugliesi, Hugo Linns, Clara Simas, Paulo Paes, Hugo Coutinho, Walter Areia e Caio Lima.

Vestuário conta ainda com as participações dos músicos e parceiros Karlson Correia, Clara Torres, Zé Manoel e o renomado violoncelista Jaques Morelenbaum (arranjador de trabalhos emblemáticos de Tom Jobim, Caetano Veloso, Gal Costa e Ivan Lins), em canções como “Pequena”, “Ave d’alma” e “O de mais valia”.

O álbum estará disponível nas principais lojas do Brasil e em todas as plataformas de streaming. No Recife, ela faz show no Teatro de Santa Isabel​, nesta quinta (20), com entrada gratuita.

Sem mais artigos