VIDA NO BURACO
Sem recorrer ao melodrama, Marianne Faithfull ressurge em drama sobre a degradação das relações humanas
Por André Azenha

IRINA PALM
Sam Garbarski
[Irina Palm, FRA/ BEL/ Lux/ ING/ ALE, 2007]
Disponível em DVD

Escrito e dirigido pelo cineasta alemão Sam Garbarski (O Tango de Rashevick, 2003), Irina Palm (2007) é um filme simples, que se sustenta na atuação da cantora e ex-parceira dos Rolling Stones, Marianne Faithfull (outros irão se lembrar da participação dela na música “The Memory Remains”, do Metallica), que aos 60 anos, encarna com perfeição Maggie, uma senhora desesperada para ajudar o filho único a cuidar do neto doente.

O menino tem uma saúde que vai se deteriorando e a família não tem como custear a viagem para a Austrália, onde ele pode passar por um novo tratamento. Após seu último pedido de empréstimo negado, a avó decide procurar emprego. Mas o mercado de trabalho londrino fecha suas portas aos idosos. Ao entrar numa casa noturna ela consegue o único “emprego” que lhe apareceu: a função de masturbar homens através de um buraco na parede.

Apesar da premissa a princípio soar como um melodrama, vale investir no longa-metragem, que acaba cativando por sua simplicidade, nas atuações sensíveis do elenco – destacando Faithfull – e na singela dose de humor rasteiro. O nome “artístico” de Maggie é o que dá título ao filme, e mesmo com a idade avançada e de não estar nem um pouco orgulhosa do que faz, ela revela um talento tremendo para a nova função e vira sucesso na cidade.

A trama ainda ironiza os londrinos necessitados por sexo e acerta ao não estereotipar os personagens, como no caso do proprietário da boate, interpretado pelo ator de origem iugoslava Miki Manojlovic, que mesmo tratando a ferro e fogo suas funcionárias, deixa se envolver emocionalmente pela protagonista.

Com méritos, a obra recebeu duas indicações ao European Film Awards, em Ator (Miki Manojlovic) e Atriz (Faithfull), e foi premiado em Berlim (prêmio do Júri) e no David di Donatello Awards (na categoria Best European Union Film).

O DVD tem boa imagem widescreen (anamorfico), áudio em inglês e legendas em português e inglês.

Sem mais artigos