Dia 15 de julho, São Paulo recebe a Invasão Capixaba, projeto que trará nomes promissores da cena independente de Vitória (ES).

Quem realiza o projeto é a agência Alavanca, em parceria com o coletivo Omelete Marginal. Os shows serão na Livraria da Esquina. Em janeiro, foi colocado prática a edição piloto do projeto Invasão: o Curitiba Vai Pro Inferno, que levou Copacabana Club, Heitor e Banda Gentileza, ruído/mm e Sabonetes ao Inferno Club.

Embora Vitória nunca tenha sido aclamada como celeiro de bandas independentes, não custa lembrar que de lá saiu, ainda na década passada, o grupo Dead Fish além do eletrônico, Zémaria.

Também é da capital do Espírito Santo que vem o menino prodígio da cena mashup, André Paste. Prestes, com apenas 18 anos, o garoto vem chamando atenção com suas mixagens de sucessos do pop e da MPB com funk carioca. A última pérola do rapaz junta uma faixa do Exaltasamba e imagens de Susan Boyle em vídeo que virou hit no YouTube.

Paste, já chamado de “Mallu Magalhães dos mashups” e “Joãozinho do Brasil” (referência a João brasil), será o responsável por animar a pista do evento, ao lado do Controle Technique, nome com que o produtor e VJ Humberto Ribeiro (ex-Zémaria) assina seu novo trabalho.

No palco, cinco expoentes da nova safra capixaba mostram a diversidade musical da cidade. Na abertura da noite, às 21h, Gustavo Macaco apresenta composições calcadas em folk rock e blues que falam sobre sensações e sentimentos que perpassam o cotidiano de todos nós. Depois, é a vez de Fê Paschoal mostrar canções que remetem ao experimentalismo da Tropicália e a expansividade da psicodelia sessentista, mas trazem em si o frescor e tom desafiador que se espera de um artista com apenas 23 anos de idade.

Também passeando por influências dos anos 1960, só que, desta vez, temperadas com sonoridades oitentistas de ascendência britânica, a banda Solana faz o terceiro show da Invasão. Em seguida, o Casaca (atração veterana da noite, já que nasceu em 2000) mostra seu pop-rock regional, com percussão destacada e forte influência de música africana. A dupla electro pop JoeZee promete performance explosiva para encerrar a mostra, que será transmitida na íntegra ao vivo pelo portal Omelete Marginal.

A Invasão Capixaba passa também pelo Rio de Janeiro (13 de julho, no Cinemathèque) e por Curitiba (17 de julho, no Era Só O Que Faltava). Esta é a primeira etapa do projeto Omelete Marginal que prevê para os próximos meses apresentações e oficinas em escolas públicas da Grande Vitória; ciclo de debates, palestas e shows nas universidades UVV (Vila Velha) e UFES (Vitória), além do festival e prêmio Omelete Marginal, que acontece em dezembro de 2009.

Serviço
Invasão Capixaba/Omelete Marginal na Livraria da Esquina
Shows: Gustavo Macaco, Fê Paschoal, Solana, Casaca e JoeZee
VJ/DJ: Andre Paste e Controle Technique
Quarta, 15 de julho, às 21h
Rua do Bosque, 1.254 – Barra Funda – São Paulo, SP
R$ 10 (aceita todos os cartões)
(11) 3392-3089

via Agência Alavanca

Sem mais artigos