Novo dos paulistas mistura tensão e leveza

Hurtmold (Foto: Caroline Bittencourt)

HURTMOLD
Hurtmold
[Submarine Records, 2007]

Hurtmold - HurtmoldCom quase dez anos de carreira, a banda paulista de post-rock Hurtmold está lançando seu quinto álbum, intitulado com o nome do grupo. Composto por Guilherme Granado (teclado, escaleta e vibrafone), Rogério Martins (percussão e clarinete), Marcos Gerez (baixo), Maurício Takara (bateria, vibrafone e trompete), Fernando Cappi e Mário Cappi (guitarras), o Hurtmold faz um som multiinstrumentista inspirado em math rock e raízes sonoras que vão do jazz ao punk – sem esquecer as influências musicais brasileiras.

As sete faixas do novo disco, sucessor de Et Cetera (2000), Cozido (2002), Hurtmold/The Eternals – Split (2003) e Mestro (2004), são climáticas e alternam momentos de tensão com leveza. Os nove minutos de “Olvécio e Bica”, por exemplo, começam etéreos, com arranjos suaves e melancólicos, para depois ganharem uma agilidade sensual. “Churumba” e “Sabo” têm batidas com jeito étnico – o destaque vai para a percussão, aspecto marcante no som do Hurtmold. Já “Sapers” começa ruidosa para depois apresentar texturas delicadas como as de “Smootz da Police” e “Halijascar”. [Mariana Mandelli]

NOTA: 7,5

Sem mais artigos