chibatadetalheok

O álbum em quadrinhos Chibata!, de Olinto Gadelha e Hemetério, foi acusada de ter plagiado uma peça de teatro. A editora Conrad, que publicou o livro, terá que pagar uma indenização de R$ 21,8 mil por danos morais, além de um valor por danos materiais. A obra narra a história de João Cândido, líder do movimento que ficou conhecido como “Revolta da Chibata”.

Leia: Entrevistamos os autores em 2008 sobre como foi o processo de criação da HQ

A editora e os autores ainda terão que publicar uma retratação em um jornal de grande circulação por três vezes. A Conrad já tinha sido condenada em primeira instância, em 2011. À época, a defesa disse que a HQ tirou sua inspiração de fatos reais.

No entanto, o autor da peça César Vieira acusa os autores Olinto Gadelha e Hemetério de usarem personagens e situações fictícias que foram inventadas exclusivamente para a peça. Até mesmo um pub londrino chamado Queen Victory, que nunca existiu, foi copiado. “A história em quadrinhos jamais poderia ter sido narrada sem que seus autores tivessem conhecimento do meu texto […] Era um roubo descarado”, disse o autor, citado pelo blog MdM.

Os autores da HQ, Olinto Gadelha e Hemetério (Foto: Divulgação)

Cesar ainda acusa os autores da HQ de tomarem licenças poéticas do texto como fatos históricos que aconteceram de verdade. “A peça é em parte ficcional. Dei ao João Cândido, o líder da revolta, duas namoradas, inventei um bar na Inglaterra, onde ele morou. Tudo o que não existia eles usaram como fatos históricos, em dezenas de páginas. E na defesa alegam que é uma homenagem a mim, mas em nenhum momento meu nome aparece no livro deles”.

A Conrad disse que vai recorrer. No entanto, a imagem dos quadrinhos nacionais ficará bastante abalada ao final dessa disputa judicial. Os autores da HQ afirmaram que passaram anos pesquisando a vida de João Cândido e a revolta que trata a obra. [Via MdM]

Sem mais artigos