O remake do musical pode não ter agradado a todos, mas para o diretor Adam Shankman e a dupla Marc Shaiman e Scott Wittman (compositores da trilha) deve ter sido bom, pois vai ganhar continuação em 2010.

Para quem curtiu ver os passos do eterno dançarino disfarçado de ator (basta observar a tragetória do cara, ele sempre arranja um jeitinho de dançar nos filmes) usando roupas femininas, terá a chance de ver John de Edna Turnblad, personagem que interpretou no musical de 2007, dançando e cantando com direito a rebolados. A New Line Cinema anunciou que estão em curso as negociações com o diretor para definir os termos do novo projeto.

O resto do elenco do filme, que arrecadou US$ 200 milhões no mundo, deve se juntar a Travolta: Christopher Walken (ganhador do Oscar por O Franco-Atirador, de 1978) o ídolo-teen (do fenômeno High School Musical), e Nikki Blonski, que estreou no cinema roubando a cena como a protagonista de Hairspray.

O filme é uma adaptação cinematográfica da peça baseada na famosa comédia musical de John Waters. Ambientado na Baltimore da década de 60, o longae conta a história Tracy Turnblad, uma garota gordinha fã de um programa televisivo musical que sonha estar com a “garotada mais legal da cidade”. Após conseguir um papel nesse programa, Tracy começar a almejar mais: acabar com o racismo na televisão para negros e brancos dancem juntos. John Travolta interpreta a mãe gorda e boa de remelexo de Tracy, com uma engraçadíssima performance final.

Sem mais artigos