Beco do Veado, no Centro, em foto de Chico Ludermir. (Divulgação).

Beco do Veado, no Centro, em foto de Chico Ludermir. (Divulgação).

O Guia Comum do Centro do Recife será lançado esta semana e se insere dentro dos guias poéticos da capital pernambucana. Mas vai além: reflete um movimento de contraponto às políticas de destruição do espaço urbano que vive hoje a cidade. A proposta é mapear diversos pontos do centro para promover um re-encontro das pessoas com o Centro.

Em cerca de um ano de pesquisa voltada para questão do processo de modificação da paisagem urbana do Recife, e com o apoio do Funcultura, o projeto se desdobra em um trabalho colaborativo, reunindo ilustradores, cinéfilos, moradores, comerciantes, urbanistas, músicos e flâneurs contemporâneos para o levantamento de cerca de quarenta lugares e situações de resistência no centro da cidade.

No Guia o centro torna-se um cartão postal a ser descoberto. O Guia será lançado no próximo sábado (18), às 12h no Chá Mate, na rua Siqueira Campos, 279. Loja 28. Edf. Brasília, Bairro de Santo Antônio, próximo à Praça do Sebo. Durante a intervenção, será realizada a entrega de uma placa de indicação do estabelecimento pelo Guia. A publicação será distribuída gratuitamente.

Ilustração: Tatiana Móes | Projeto Gráfico: Frederico Floeter e Vitor Cesar.

Ilustração: Tatiana Móes | Projeto Gráfico: Frederico Floeter e Vitor Cesar.

Sem mais artigos