Filme de Pawel Pawlikowski sobre um amor proibido recebeu três indicações na Academia depois de vencer prêmio em Cannes ano passado

Uma história de amor ambientada no pós-Segunda Guerra entre a Polônia stalinista e a Paris boêmia dos anos 50 foi uma das surpresas dos indicados ao Oscar este ano. , de , conta a história de amor de um músico e uma jovem cantora com histórias e temperamentos completamente diferentes. O filme ganhou indicações como melhor filme estrangeiro, melhor direção e melhor fotografia.

A campanha do longa segue uma tendência dos últimos anos no , que é a tração recebida pelos filmes que passam no Festival de Cannes. Guerra Fria arrancou boas críticas quando foi exibido na riviera francesa e saiu de lá com a Palma de Ouro de melhor direção. Ainda que não tenha tido destaque em outras premiações além da indicação de melhor filme estrangeiro, já existia um burburinho sobre uma possível indicação para Pawlikowski como melhor diretor.

Colabora também o fato do diretor já ter um Oscar no currículo por Ida, melhor filme estrangeiro em 2015.

A história de Guerra Fria é inspirada nos pais do diretor, que morreram em 1989, pouco antes da queda do Muro de Berlim. Com os mesmos nomes dos protagonistas – Wiktor e Zula – eles viveram um relacionamento de 40 anos, entre idas e vindas, sempre um atrás do outro. “Ambos eram pessoas fortes e maravilhosas, mas como casal, um desastre sem fim”, reflete Pawlikowski, por e-mail. “A vida deles não tinha uma forma dramática óbvia e, embora meus pais e eu continuássemos muito próximos – eu era o único filho deles -, quanto mais eu pensava neles depois que eles iam embora, menos eu os entendia”, revela.

Ainda que não conte exatamente a história dos seus pais, ele decidiu manter as características marcantes deles. “Incompatibilidade de temperamento, incapacidade ficar juntos e anseio de estar quando estão separados, a dificuldade da vida no exílio, de permanecer em uma cultura diferente, a dificuldade da vida sob um regime totalitário e de se agir decentemente apesar das tentações”, detalha o diretor.

Guerra Fria estreia no Brasil no dia 7 de fevereiro.

Aqui a lista completa dos indicados ao Oscar.

 

Sem mais artigos