Hip-Hop de Seattle à vontade com o mainstream

Grayskul

GRAYSKUL
Bloody Radio
[Rhymesayers, 2007]

Grayskul - Bloody RadioCom uma vontade monstro de aparecer no rap mainstream (aquele dos carros BMW e dólares jogados pela janela), a banda de Seattle, Grayskul lança Bloody Radio. Diferente do Hip-Hop milionário e comercial que a banda tenta alcançar, as participações dão algum brilho e salvam o disco de mais um irrelevante lançamento rapper. Cage, Slug dos Atmosphere, Aesop Rock e Andrea Zollo da banda indie Pretty Girls Make Graves dão as caras em metade das faixas.

Em alguns momentos, Bloody Radio se aproxima de um Black Eyed Peas como a faixa-título, em outros soa como Jay Z (“Haunted”), mas tudo sem sucesso. Nas demais, é apenas um disco de Hip Hop ruim. Não faltam nem os irritantes estalos de dedos, típicos de R&B. Com tantas opções interessantes no gênero, curioso vai ser um álbum como esse fazer sucesso. [Paulo Floro]

NOTA: 4,0

Sem mais artigos