Temendo o boicote anunciado pelo sindicato dos atores à festa, a Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood, organizadora do Globo de Ouro, resolveu oficializar a notícia na tarde de ontem: não haverá mais festa. Ocupando a função da glamurosa confraternização no Beverly Hilton Hotel, acontecerá uma coletiva de imprensa no mesmo local, no próximo domingo dia 13 de janeiro, quando serão anunciados os vencedores das 25 categorias existentes.

O boicote aconteceria como sensibilização dos atores à greve dos roteiristas de Hollywood que já dura dois meses. A associação desses profissionais quer receber os direitos sobre os lucros de DVDs e novas mídias, como as vendas digitais. Durante esses meses, não apenas os atores como os fornecedores para os estúdios foram prejudicados.

Funcionários dos estúdios, floristas, fornecedores de alimentos e até empresas de limpeza chegaram a fazer uma marcha por Hollywood pedindo o fim da paralisação, a marcha Strike a Deal (Fechem um Acordo), que reuniu cerca de 500 manifestantes dispensados ou estão perdendo dinheiro devido à greve dos 10.500 membros do Sindicato dos Roteiristas.

Segundo o site da NBC, rede de televisão oficial do evento, a transmissão está prevista para começar às 22h (horário de Brasília), em um programa gravado com entrevistas e clipes dos filmes e séries de TV indicados.

Sem mais artigos