O Festival MIMO anunciou a programação completa deste ano, que acontece nos dias 23, 24 e 25 de novembro. O longa Betty, They Say I’m Different será apresentado pela primeira vez no Brasil, com a presença do diretor Phil Cox. Programação terá 19 filmes inéditos no circuito comercial, como O Samba é Meu Dom – Wilson das Neves, Mussum, Um Filme do Cacilds, Você Não Sabe Quem Eu Sou e Com a Palavra, Arnaldo Antunes. Festival de Cinema será realizado, pela primeira vez, no recém reformado Teatro Fernando Santa Cruz, no Mercado Eufrásio Barbosa, e manterá as já tradicionais exibições no pátio da Igreja da Sé.

A programação foi concentrada em Olinda, cidade onde o festival começou em 2004, e as edições de Rio e São Paulo foram adiadas para maio de 2019.

A cidade de Olinda receberá 46 atrações, entre shows, concertos, filmes, poesia, fórum de ideias e workshops, na celebração dos 15 anos do festival. Como parte da programação, será realizado o Festival MIMO de Cinema, que acontece em paralelo aos concertos e workshops, com uma seleção de 19 filmes de temática musical, todos inéditos em circuito comercial. Em ano recorde de inscrições com 182 filmes, o festival será realizado, pela primeira vez, no recém-reformado Teatro Fernando Santa Cruz, no Mercado Eufrásio Barbosa, e manterá as já tradicionais exibições no pátio da Igreja da Sé.

Destaque ainda para Som, Sol & Surf Saquarema, longa-metragem de Hélio Pitanga sobre o festival de rock realizado pelo produtor e jornalista Nelson Motta, em 1976, com shows antológicos de Raul Seixas, Rita Lee, Angela Ro Ro, entre outros. Do Sul ao Norte, de Isbela Faria Trigo, é outra aposta do Festival MIMO de Cinema. O filme acompanha um grupo de músicos franceses e brasileiros que saem da Bahia em uma Kombi lotada, com o sonho de atravessar a América do Sul.

Estão programados também três filmes pernambucanos, o longa-metragem Pesado, Que Som É Esse que Vem de Pernambuco?, de Leo Crivellare, que narra o encontro do metal com outras referências musicais locais, como frevo e manguebeat; e os curtas Bup, de Dandara de Morais, e Quanto Mais Longe Vou, Mais Perto Fico, de Daniel Ortega. A maioria das exibições contará com a presença dos diretores.

Sem mais artigos