FÁBULAS – O ÚLTIMO CASTELO
Bill Willingham (texto)
[Publicado na revista Pixel Magazine 3, Pixel Media, 48 págs, R$9,90]

Fábulas, de Bill Willingham, desde seu surgimento foi tido como a sucessora de Sandman, maior sucesso do selo Vertigo. A história é tão prosaica quanto genial. Todos os personagens de contos de fada são obrigados a se refugiarem em Nova York num lugar conhecido como Cidade das Fábulas e outros menos urbanos, no local chamado A Fazenda, depois que um ser chamado O Adversário invadiu o mundo natal deles e colocou todos pra correr.

O Último Castelo, que a Pixel lança dentro de seu título mensal Pixel Magazine, conta a história das últimas horas das Fábulas antes da destruição total de seu mundo pelo adversário. O conto é narrado pelo Garoto Azul, assistente de Branca de Neve. Começamos a história com Chapeuzinho Vermelho sendo perseguida à cavalo por monstros horrendos. A batalha é dura, uma diferença quantitativa gritante e armas mais poderosas. Enquanto guerreiros tentam impedir que as forças do Adversário ocupem o Castelo, as Fábulas tentam clandestinamente fugir para o mundo real, mais precisamente Nova York. O detalhe primoroso no roteiro é mesmo a história de amor entre Garoto Azul e Chapeuzinho Vermelho.

Fábulas surpreende o tempo todo. A começar pela idéia, absurda e inusitada, levando o inocente leitor a soltar um “eu não vou ler uma bobagem dessas”. A narrativa simples, que mistura ação, romance e aventura, além de mesclar escolas capa-e-espada com cotidiano pós-moderno de forma coerente e criativa éo principal trunfo de Fábulas. Olhando por essa perspectiva, ela é mesmo a sucessora de Sandman, cumprindo com louvor a responsabilidade de manter a tradição da Vertigo, editora referência de quadrinhos adultos e de histórias fantásticas.

Bill Willingham, criador da série, já recebeu diversos prêmios Eisner, mas promete termina-la em breve. Assim como a criação máxima de Neil Gaiman, também quer entrar para a história [Paulo Floro].

Nota: 8,5

Sem mais artigos