O músico pernambucano Petrônio é uma das atrações. (Foto: Divulgação).

O músico pernambucano Petrônio é uma das atrações. (Foto: Divulgação).

Um dos eventos mais interessantes para se conhecer a nova cena independente recifense, A Noite do Desbunde Elétrico, acontece nesse sábado (3), no Estelita. O Festival chega à sua oitava edição com shows de Ex-Exus, Petrônio e e As Criaturas, Graxa e Pé Preto.

Leia Mais
Como foi o show da Orquestra Betotélica no APR
O novo single de Graxa faz críticas a Eduardo Campos

O evento começou em 2007, quando um grupo de músicos independentes, cansados de nunca tocar nos grandes festivais da cidade, resolveu meter as caras e se juntar para fazer o seu próprio festival, sem nenhum grande patrocínio – público ou privado –, só a vontade de tocar. Foi assim que nasceu a Noite do Desbunde Elétrico, que acabou aglutinando diversos outros nomes que militam no velho estilo do it yourself de se fazer música.

Ex-Exus, que acaba de lançar disco novo, também faz parte do show. (Foto: Quel Valentim/Divulgação)

Ex-Exus, que acaba de lançar disco novo, também faz parte do show. (Foto: Quel Valentim/Divulgação)

Para esta edição, os Ex-Exus chamam a atenção pelas performances com muita maquiagem, “monstrices”, máscaras, e até sal grosso para “retirar da música os espíritos obscuros”, como exclamam. O grupo – que já coleciona passagens pelo festival No Ar Coquetel Molotov (2009), pelo Festival de Inverno de Garanhuns (2013) e pela Virada Cultural de São Paulo (2013) – lançou no ano passado, o seu primeiro CD, xÔ!. Também trazem em seu repertório músicas dos seus dois EPs, Terroristas Freelancers (2008) e Pau, Brazil! (2010).

http://vimeo.com/91376095.

Já a Pé Preto, aposta no soul funk. A big banda que investe pesado nos grooves é formada por Filipe Niero, Bilisca, Pedro Sanchez, Vinicius Leso, Enock Chagas, João Nogueira, Júnior du Jarro, Gilmar Black e Marcone Túlio. Com inspiração no som de The Meters, Tim Maia (na sua fase “Racional”), Jorge Ben, entre outros, o grupo prepara o primeiro disco, que está em plena fase de gravação, no estúdio Base.

Subversivos do chorinho ao rock’n’roll, Petrônio e As Criaturas apresentam apresentam Ossos da Alma, primeiro álbum do grupo. As letras se utilizam do lirismo poético e da ironia para tratar de liberdade e escravidão no mundo contemporâneo, solitude, solidão, obsessões, paixões e paranoias da vida urbana. Já o cantor e músico Graxa carrega nos seus versos o cotidiano da vida comum que se passa no bairro onde mora, o Jiquiá, na Zona Oeste do Recife. Suas faixas falam sobre fatos e vivências das mesas de bar, UPAs, festas e demais encontros e desencontros do dia a dia. Grande parte disso está registrado em Molho, seu primeiro álbum, lançado em CD e vinil.

A Noite do Desbunde Elétrico lança, anualmente, uma coletânea virtual, com as atrações da atual edição, além de artistas/bandas que marcaram presença em anos anteriores. Ouça abaixo:

O Estelita fica na Rua Saturnino de Brito, nº 385 – Cabanga. A entrada custa R$ 20,00 (vinte reais) – preço único. Os shows começam às 22h e tem discotecagem de Evandro Q?.

desbunde

Sem mais artigos