Will Smith é pau para toda obra. Já fez drama, comédia, romance, e agora interpreta um super-herói, Hancock, que perdeu a sua popularidade quando, de um modo muito desastrado, fracassa em um resgate e promove o caos na cidade.

Durante um resgate, Hancock conhece Ray Embrey (Jason Bateman), um agente de Relações Públicas recentemente demitido que se oferece para representar e recuperar a imagem pública de Hancock. Quando a mulher de Ray, Mary (Charlize Theron, mais uma vez transmutada), e Hancock se encontram, ocorre uma inexplicável e imediata conexão entre os dois.

Após muita resistência, Mary revela que ela também possui superpoderes (desculpem o spoiler) e, logo em seguida, Hancock começa a perceber que seus poderes estão perdendo força. A notícia se espalha rapidamente entre os criminosos que Hancock colocou atrás das grades, e agora Hancock terá de encontrar um jeito de resgatar os seus poderes para continuar vivo.

Um boato interessante sobre o filme é que ele seria baseado num roteiro intitulado Tonight, He Comes (”Esta noite, ele virá”), considerado infilmável por um sem número de profissionais ao longo dos anos, entre diretores e atores. No elenco, a grande Charlize Theron e Jason Bateman. O pôster traz o texto: Existem heróis. Existem super-heróis. E existe… Hancock. Brega todo.

Hancock
Peter Berg
[Hancock, EUA, 2008]

Com: Will Smith
Em Cartaz: Rio, São Paulo e circuito

Sem mais artigos