Nipón
No filme Encontros e desencontros, Sofia Coppola declara sua fascinação pelo Japão. Por aqui, foi a vez de Miguel Rio Branco fazer a sua homenagem. Na exposição Divagações de um Fugu Delirante, que abre hoje na Silvia Cintra Galeria de Arte, o fotógrafo apresenta uma série que retrata seu olhar sobre Tóquio. Esse novo trabalho faz parte de um projeto de “intercâmbio de olhares” no qual Miguel fotografou Tóquio enquanto o fotógrafo japonês chamado Daido Moryama retratou São Paulo. Daí, a partir desses “olhares invertidos” sobre as duas metrópoles, ambos fizeram um interessante contraponto entre as duas culturas tão diferentes. O projeto acabou virando exposição já apresentada, no Museu de Arte Contemporânea de Tóquio, o MOT. Para nossa sorte algumas fotos de Miguel vieram parar aqui. Não dá para perder.

Sílvia Cintra Galeria de Arte
Rua Teixeira de Melo, nº 53 – Loja D – Ipanema
Fone: (21) 2521-0226

Nova linha nas araras
O ser humano é assim: tem fases consumistas e fases zen-budistas. E se essa é a verve o lado do consumo vai aflorar com a linda Bo.Bô que chegou às araras da Maria Helena. A grife, que acaba de ser vendida para o grupo Le Lis Blanc, está com peças incríveis. A coleção está toda leve e fluida, com calças, blusas e vestidinhos de malha soltinhos e fresquinhos, a cara do verão. A Bo.Bô também está apostando em maxi-coletes sobre vestidos de babado, casaquetos com brilho para dar aquele charme de fim de tarde e macacões levíssimos que são tudo no calor. Dê uma espiada também na Bo.Bô Mignon, a grife da Bo.Bô para as pequenas. É apaixonante.

Maria Helena
Rua Padre Chagas, 415 – Moinho de Vento
Fone: (51) 3395-3633
http://www.bobo.com.br

Uhu!
Em tempos de fast fashion, há quem diga que o glamour morreu. Afinal, cada vez menos estilistas fazem alta costura e tudo tende a ficar mais e mais massificado. Na contra-mão dessa tendência, a estilista Daniella Martins cria roupas com toque handmade que são puro glamour. Para começar, a faceta exclusiva: são produzidos, no máximo, cinco exemplares de cada peça. Outro detalhe que não é todo dia que se vê por aí é o cuidado com as peças: os vestidos são tingidos à mão e, às vezes, passam quase 24 horas só na bordadeira. A inspiração para o próximo verão: o fundo do oceano. Os vestidos são soltinhos. As cores que predominam fazem jus à inspiração marítima: azul, verde e variações.Vale uma visitinha à loja. Por mais que o hi-lo seja.

Ateliê de Daniella Martins
Rua Dias Ferreira, n º 64 – Leblon
Fone: (21) 2511-0459
www.daniellamartins.com.br
Grande abraço, Fernando

Sem mais artigos