O escritor norte-americano David Foster Wallace, 46, foi encontrado morto em casa em Claremont, na Califórnia, na sexta-feira passada, informou hoje, as Agências Internacionais. A mulher dele, Karen Green encontrou o marido enforcado em casa.

Ela era considerado um dos principais nomes de sua geração, e um dos expoentes da literatura época americano. Seu romance mais famoso, Infinite Jest, tem mil páginas. Trata-se de uma paródia dos EUA através de uma academia de tênis e uma clínica para drogados.

No Brasil, a Cia. das Letras publicou o livro de contos “Breves Entrevistas com Homens Hediondos”. Wallace também colaborava para a imprensa americana, como a revista Rolling Stone. O jornal britânico The Guardian fez um bom obituário, aqui.

Ele também era ensaísta, humorista e professor do Pomena College em Los Angeles.

Segue entrevista que o autor deu em 2006.

Sem mais artigos