Foto: Divulgação

A inusitada atenção que a banda paulista Instiga recebeu da imprensa independente internacional pegou de surpresa os integrantes, Christian Camilo (voz e guitarra), Gabriel Duarte (baixo), Heitor Pellegrina (voz e guitarra) e Pedro Leite (bateria).

Com música tocada na prestigiada rádio indie Woxy.com, convites para tocar na Croácia e um som que passeia com desenvoltura entre a MPB, folk e pop britânico, a banda com pouco mais de sete anos de estrada lança pelo selo Trombador Discos seu segundo disco Menino Canta Menina.

O GRITO! conversou com Christian Camilo.

Qual a lembrança mais distante do início do Instiga?
A lembrança mais distante que vem é eu e o Heitor tocando juntos na sala de casa e descobrindo que conseguíamos fazer músicas juntos

Como foi tocar para o público da revista Capricho? Eles realmente estão prestando atenção na cena independente?
Nós fomos a primeira banda do evento. Naquele momento poucas pessoas estavam assistindo nosso show, mas as que estavam ali estavam motrando muito apreço pela nossa apresentação. Eu acho que tanto as pessoas como os jornalistas e produtores envolvidos se interessaram pelas bandas que estavam ali se apresentando.

Qual foi o lugar mais inusitado que vocês já tocaram?
Bom, uma padaria, isso logo no começo.dias antes de fazermos essa apresentação estávamos conversando sobre que músicas comporiam o repertório e o Heitor começa um argumento com a seguinte frase: “porque, geralmente quando as bandas tocam em padaria….”. Eu nem lembro o que ele disse depois , mas foi engraçado ele acreditar naquele instante que muitas bandas tocavam e tinham uma fórmula de show para apresentações em padarias.

O Instiga teve um EP (Bastidores do microssegundo) lançando virtualmente por um portal espanhol (Regueifa). Além de ter a música “Retas” tocada na rádio Woxy e receber convites para tocar nos Estados Unidos. Como foi ser reconhecido nesses episódios?
Foi ótimo e vibrante. Poucos acreditavam que nossa música tocaria na Woxy e eu mesmo fiquei balançado até o instante em que estreiamos na programação. Foi muito legal….
O lance do EP é muito importante também, mas acho que depois da Woxy só uma turnê para o exterior pode ser uma novidade “vibrante”.

Vocês pode explicar melhor qual foi o problema de transporte que impediu a viagem?
Falta de dinheiro, preparação (o convite foi muito em cima quando nos chamaram para tocar na Croácia).

Vocês fizeram parte da trilha sonora do filme Leste, O Forasteiro e Sanatório. A banda tem alguma inspiração com a sétima arte?
Sim. Pessoalmente desejo me envolver em projetos de cinema e vídeo e no próximo cd pode ser que apareçam faixas compostas como versões de trilha sonora para filmes clássicos, como Rock IV.

Qual é a diferença do segundo álbum (Menino Canta Menina) e do primeiro (Máquina Milenar), quanto a musicalidade e letras?
O Maquina Milenar é um álbum que tem músicas de um longo período de composição: desde músicas onde arranhava os primeiros acordes com o Heitor até as composições em que já ensaiávamos maior complexidade de arranjos. Músicas como Trem e Alamera são mais “cruzonas”, diferentes de Birra e Retas que mostram uma evolução da banda e das parcerias com o Heitor.
No Menino Canta Menino a composição foi mais coletiva e o período de produção do álbum foi menor. As letras são tão boas ou até melhores que as do Máquina Milenar na minha opinião. Eu e o Heitor gravamos as guitarras nesse álbum, ao contrário do primeiro onde ele tinha gravado e criado as linhas de baixo. Convidamos para compor a banda o Gabriel (Gagá) e ele ficou responsável pelas melodias e arranjos de baixo no Menino Canta Menina.
Acho que nos dois álbuns nos permitimos muito liberdade para criar letras sobre diferentes piadas, assuntos….pode ser qualquer coisa desde que nós gostemos

Foto: Divulgação

Que bandas no Rock de campinas vocês pode indicar para nós? E da gringa, o que vocês andam escutando?
De Campinas posso indicar: Nova Pasta, Ladz e Jôsda.
De fora: The National, The Editors e Clap Your Hands Say Yeah.

Como a banda lida com as diferentes idéias e atitudes dos integrantes?
Com arrogância, falta de educação e muito amor próprio. Mas sempre fazemos votações, o problema é quando empata em 2 a 2.

O que vocês acham da música de Pernambuco? Quando o instiga vem ao Recife?
Conhece aquela banda “Ed” [Eddie], acho que é assim né? Muito boa. Ouvi falar muito já de Testículos de Mary, mas não tenho curiosidade em saber quem são pelo pouco que ja ouvi falar… E dando uma busca no google com a palavras “Pernambuco” e “rock” da pra perceber o quando a arte e a música produzida aí influenciam a cultura nacional. Pessoalmente, tive minha fase de muito apreço ás músicas de Chico Science e da Nação Zumbi e sou fã do Otto também.
Eu só não gosto da música daí quando a globo mostra a galera do frevo em Recife dançando enquanto seleção brasileira enfrenta um time que tem Zidane no meio campo e Henry no ataque.
Espero que o Instiga apareça em breve por Recife. Estão aparecendo convites, quem sabe este ano?!

Algum segredo do grupo…
Um amigo nosso diz que há muito tempo pegou um dos Los Hermanos… Só não posso dizer quem senão o Leão Lobo espalha.

Sem mais artigos