EMMA POLLOCK
The Law Large Of Numbers
[Chemikal Undeground, 2010]

A cantora do Delgados retorna em seu segundo álbum solo. Os muitos instrumentos, a influência da música pop feita em seu país, a Escócia, a fala mansa, o jeito introspectivo, tudo permanece o mesmo desde os trabalhos anteriores. De pronto, a que chama mais atenção é “Red Orange Green”, em que casam perfeitamente a formação clássica da cantora com os arranjos pop. A atmosfera obscura, por vezes triste, demora a cativar o ouvinte, com os ouvidos já calejados pela discografia completa do Belle and Sebastian. Talvez exista um lugar nos corações desses indies melancólicos, perdidos no início dos anos 00, mas Pollock não significa muita coisa nos dias de hoje. [PF]

NOTA: 4,0

Sem mais artigos