Divulgação.

Divulgação.

A editora Nemo vai investir pesado nos quadrinhos europeus neste ano. A lista de obras anunciadas à imprensa pela editora chama atenção pela diversidade de estilos e autores. A primeira leva chega às livrarias neste mês.

Entre os destaques estão duas HQs sobre o cotidiano de países do Oriente Médio, pouco explorados no mercado editorial brasileiro. É o caso de O Mundo de Aisha – A Revolução Silenciosa das Mulheres do Iêmem, de Ugo Bertotti e , de Mana Neyestani.

A primeira, já nas livrarias, trata da situação das mulheres iemenitas, que precisam travar uma luta diária contra as tradições misóginas do país. A segunda é uma obra importante sobre a mudança que passou o Irã, de um promissor país para um dos regimes mais totalitários do mundo moderno. A previsão de chegada é maio de 2015.

Já está nas livrarias , de Céline Fraipont e Pierre Bailly. A obra mostra a adolescência problemática ao som do punk rock na Bélgica dos anos 1980. Rosie, uma menina de 13 anos, se vê entregue à própria sorte: sua mãe fugiu com outro homem numa aventura amorosa, e seu pai vive mergulhado no trabalho. Roída por uma rotina morna e vazia, Rosie fica completamente desorientada.

A Nemo ainda lança , de Frederick Peeters (o mesmo de Aâma), que trata do cotidiano de um casal que convive com o vírus da aids. Chega em setembro. Outra novidade é Vírus Tropical, de Powerpaola, HQ sobre a vida de uma jovem colombiana em uma família excêntrica.

iraniana

Sem mais artigos