uganda

O ódio aos homossexuais é algo conhecido na Uganda, onde gays são condenados à morte. O documentário “God Loves Uganda”, exibido no Festival de Sundance, mostrou que líderes religiosos no país africano tentam convencer a população a viver sob um rígido código moral conservador.

O documentário, dirigido por Roger Ross Williams denuncia situações em que a religião passa a ser um perigo para muitos habitantes, sobretudo no que diz respeito à perseguição aos gays. Com uma interpretação conservadora da Bíblia, missionários americanos e líderes em Uganda promovem uma campanha homofóbica.

O doc vem causando comoção em algumas exibições que aconteceram nos EUA. Veja abaixo um trailer e teaser do filme. Ainda não há previsão de chegada do doc ao Brasil.

Sem mais artigos