greiner5

Os desfiles de Mark Greiner no Dragão Fashion Brasil costumam ser cercados de expectativas. Tudo por conta do tom de teatralidade e drama que autor, arquiteto de formação, imprime na passarela. Para esta nova edição ele trouxe como inspiração o ser mestiço e as manifestações populares em um clima diabólico e dark.

Leia Mais
O desfile político de Lindebergue Fernandes

Greiner chamou o cantor Daniel Peixoto para a trilha que cantou o poder das entidades dos cultos afrobrasileiros, dos trabalhos nas encruzilhadas, da pomba gira. Na coleção tons bem sóbrios que remetiam a um tom dark, de bruxaria mesmo, incluindo aí os enormes chapéus e cabeças feitas por Jomara Cid.

Foi um desfile-espetáculo, como é do feitio de Greiner, e preencheu a proposta do Dragão Fashion como poucos: moda autoral como expressão de arte. Ao final três modelos homens surgem com as cabeças preenchidas com pérolas, como se fossem oferendas, para recepcionar os orixás. Foi algo que poucos estilistas conseguiriam fazer sem soar caricato. O desfile ainda contou com um video-instalação.

Greiner traz uma sensibilidade artística em suas coleções sem tirar o olho do que a moda mais casual, que pode ser trazida para as ruas. Sua nova coleção destaca o orgulho de uma indumentária baseada na cultura popular. Um dos melhores desfiles deste ano.

Veja o vídeo completo:

greiner4

greiner3

greiner2

greiner

Sem mais artigos