O power trio de Alagoas e Minas Gerais, Desgraça, com membros das bandas Lupe de Lupe, Amandinho e Ximbra, acaba de lançar disco de dance music. O lançamento é do selo Transtorninho Records.

O segundo disco, Madrugada, conta histórias de vários personagens da madrugada brasileira em festas, bares, boates e raves. Na sua turnê nacional a banda ainda foi certeza de apresentações explosivas e energéticas, com Vitor Brauer tocando uma bateria minimalista e tribal, Felipe Soares com um baixo estourando em dois amplificadores e o vocalista Rodolfo Lima que é uma apresentação à parte e é considerado um dos melhores showmans do Brasil.

Segundo o grupo, Madrugada é um disco conceitual de dance music. “Da meia-noite, com o funk do carro tunado de um playboy suburbano, até o amanhecer, com o uk bass do drogado ou drogada na rave que sonha em fugir do seu lugar”, diz o texto de apresentação.

As artes da capa foram feitas por Felipe Soares e Maria Júlia Moreira, e fotos feitas por Tiago Baccarin durante a passagem da banda em São Paulo.

Sem mais artigos