O dramaturgo recifense Cleyton Cabral estreia, em São Paulo, a peça Desculpe o atraso, eu não queria vir, em que a narrativa gira em torno de uma mulher trans. A história abordará o enfrentamento da protagonista frente ao preconceito e à intolerância, que ainda persistem na sociedade. Para isso, três personagens guiarão a peça, sendo uma interpretada pela atriz Alícia dos Anjos, mulher trans.

A trama visita a infância, adolescência e fase adulta dessa mulher. Presente, passado e futuro se entrelaçam, num universo difuso e conflituoso, evidenciando as mais variadas formas de pressão psicológica, discriminação, violência e crueldade em relação ao que ainda é considerado “diferente”.

Para o diretor Mário Goés, a escrita singular e simbólica de Cleyton Cabral é algo novo a ser explorado por ele. “Cleyton Cabral é um dramaturgo de uma escrita muito singular e imagética, e eu precisava alcançar o público potencializando esta pegada. Por isso, decidi caminhar por uma encenação que valorizasse o tom onírico. Inclusive, a peça ocorre em um jardim de verdade, já quem o autor indica que o cenário é um jardim. Tratar da transsexualidade e o que a comunidade trans e travesti enfrenta diariamente é mais do que necessário. Afinal, somos o país que mais mata pessoas LGBTs no mundo”, afirma Goés.

Sinopse:

“Desculpe o atraso, eu não queria vir” é uma obra de ficção dedicada a travesti paulista Renata Carvalho. Na obra, três personagens revelam facetas de uma só, potencializando assim as questões de gênero, travestilidade e os desafios que pessoas não-binárias precisam enfrentar. Como será uma mulher no futuro? De que é feito e como devemos rotular pessoas do gênero feminino? De forma poética e simbólica, a peça propõe um mergulho na subjetividade de uma travesti no seu passado e como as questões de pessoas que não se enquadram nos padrões heternormativos são negociadas na sociedade atual.

“Desculpe o atraso, eu não queria vir” já levou o segundo lugar no III Prêmio Ariano Suassuna de Dramaturgia e Cultura Popular em 2018 (Governo de Pernambuco), categoria Teatro Adulto. O espetáculo vai acontecer no Jardim do Espaço Braapa, localizado na Rua Valdir Niemeyer, 58, São Paulo, de 25 de abril a 30 de maio, sempre às quintas, a partir das 21h. O valor do ingresso vai de acordo ao quanto você puder pagar.

Sem mais artigos