O músico inglês Damon Albarn encerrou as suas duas bandas, o Blur e o projeto colaborativo, Gorillaz. Em entrevista ao jornal The Guardian, Albarn disse que é muito pouco provável que ele volte a fazer disco com os antigos companheiros.

Albarn disse que tem facilidade para gravar com Graham Coxon, o guitarrista do Blur, mas seu relacionamento não é bom com o baterista Dave Rowntree e o baixista Alex James. “Quando tocamos ao vivo tudo bem, ainda há magia. Mas gravar coisas novas e trocar influências musicais é bastante difícil”.

Perguntado se o Blur acabou de fato, ele diz: “Muito provavelmente, sim”. Já em relação ao Gorillaz, o desentendimento foi com o artista criador do desenho da banda, Jamie Hewlett. “É improvável que o Gorillaz façam mais música”.

Durante a entrevista, Albarn ainda comentou sobre seu consumo de heroína durante as gravações do disco 13 (1999), seu projeto solo e na ópera que desenvolve, Doctor Dee.

O Blur vai se apresentar ao vivo no dia 12 de agosto, no encerramento das Olimpíadas de Londres. Já o Gorillaz lançou em fevereiro uma faixa em colaboração com o LCD Soundsystem, Cee-Lo Green e Outkast, “Do Ya Thing”, para um projeto da marca Converse.

Sem mais artigos