vishnu

HQ nacional V.I.S.H.N.U. traz trama pessimista sobre a inteligência artificial

O álbum em quadrinhos brasileiro V.I.S.H.N.U. foi um dos mais ousados projetos editoriais no gênero nos últimos anos e uma das propostas mais sofisticadas na ficção-científica feita por aqui. Assinada por Ronaldo Bressane e Fabio Cobiaco em parceria com o norte-americano Eric Acher, a HQ chegou às lojas no final de dezembro de 2012.

Leia Mais: HQ Nacional
O que já publicamos sobre HQs brasileiras recentes
Leia um trecho de V.I.S.H.N.U.

A trama se passa em um futuro dominado por uma entidade conhecida como V.I.S.H.N.U., uma inteligência artificial tirana que emerge depois de uma longa dependência da humanidade em alta tecnologia. Essa nova aparição reacende um debate social sobre o papel da humanidade. Aqui temos mais uma vez as A.I. (inteligência artificial, na sigla em inglês), ameaçando o homem mais uma vez. A diferença é que a HQ encontra um bom timing nos dias atuais em que nos vemos cada vez mais dependentes da informática.

O jornalista e escrito Ronaldo Bressane trouxe ao roteiro referências a nomes importantes da ficção-científica, como JG Ballard, Ray Bradbury, William Gibson, entre outros. Já Fabio Cobiaco faz um trabalho incrível em apostar em um traço que foge da rigidez e encontra parâmetros no caos do qual fala o roteiro. Quase impressionista. O livro demorou cinco anos para ficar pronto e foi desenvolvido pela RT Features, empresa brasileira que já criou outros quadrinhos que envolviam escritores e quadrinhistas.

Eric Acher, um dos investidores da RT, teve a ideia do argumento e levou à produtora. V.I.S.H.N.U. além de ser uma aventura que prende o leitor por sua narrativa com pegada cyberpunk e suspense, também instiga uma reflexão sobre consciência coletiva, imortalidade e os perigos da inteligência artificial. Pelo grandiosidade do projeto, é uma das HQs mais impactantes nos últimos anos no Brasil. [Paulo Floro]

vishnu_capa

V.I.S.H.N.U.
De Eric Acher, Ronaldo Bressane (argumento e roteiro) e Fabio Cobiaco (arte)
Editora: Quadrinhos na Cia./Companhia das Letras, 2012
224 pági­nas preto e branco
Preço: R$ 55

Sem mais artigos