Novo disco do Super Furry Animals é um retorno às raízes esquisitas da banda

 

Super Furry Animals


SUPER FURRY ANIMALS

Hey Venus!
[Rough Trade, 2007]

Super Furry Animals | Hey Venus! Oitavo álbum da banda galesa , Hey Venus! Foi lançado no final de agosto deste ano. É o primeiro disco do grupo pela gravadora Rough Trade.

Os últimos três álbuns – Rings Around the World (2001), Phantom Power (2003) e Love Kraft (2005) – do SFA demonstravam maior inventidade e influências de rock progressivo. Entretanto, Hey Venus! soa como um retorno às raízes pop que levou a banda ao sucesso no início da carreira, com o disco Fuzzy Logic (1996). É um disco curto e direto: tem menos de 40 minutos de duração.

“Show Your Hand”, o primeiro single lançado duas semanas antes do disco, é uma canção soft rock com camadas sonoras delicadas, que lembra os trabalhos mais folk do Belle & Sebastian. “Run-Away”, próxima música de trabalho, é marcante pelo vocal de Gruff, uma mistura de Jarvis Cocker e Mark Kozelek.

“The Gift That Keeps Giving” é uma balada de sintetizadores climáticos. Os elementos eletrônicos aparecem em todo o disco, mesmo em canções como “Neo Consumer”, que é um indie rock com guitarras britpop, refrão pegajoso e riffs ágeis. “Into The Night” e “Baby Ate My Eightball” têm acordes mais pesados, o que contrasta com a psicodelia mais onírica de “Carbon Dating”, “Suckers”, “Battersea Odyssey” e “Let The Wolves Howl At The Moo” (com teclados marcantes). [Mariana Mandelli]

NOTA: 7,5

Leia Mais
Crítica: Gruff Rhys “Candylion”

Sem mais artigos