Foto: Divulgação.

Foto: Divulgação.

Márcia Castro retorna mais autoral em Das Coisas Que Surgem

Márcia Castro chega em seu terceiro disco com a consciência de que é preciso alguma inovação no pop nacional para conseguir submergir em meio à produção ainda muito presa às convenções acumuladas da tradição da MPB. Em Das Coisas Que Surgem ela chega mais ousada esteticamente e com um tom autoral que não tínhamos visto até aqui. Com produção de Gui Amabis, o disco oscila entre a melancolia e a expressividade.

Leia Mais
Márcia Castro: “Vivo entre a excitação das novidades e o conforto do que conheço”

Das Coisas Que Surgem é um atestado de amadurecimento para Márcia Castro, que surgiu em 2007 como uma das melhores novidades da cena pop nacional e logo passou a fazer parte da geração talentosa de São Paulo composto por Tulipa Ruiz, Tiê, Thiago Pethit, entre outros. Natural da Bahia, ela soube explorar a riqueza cultural de suas referências com a pujante busca por inovações no repertório nacional. Ainda que este novo álbum aponte para um novo caminho ainda mais desafiador para a cantora, o resultado está aquém da inventividade de sua estreia, Picadinho, lançado de forma independente em 2007.

Faixas como “Mau Caminho”, com música de Arnaldo Antunes e letra de Alice Ruiz, prova que Márcia busca se ligar a nomes dispostos a experimentar. O mesmo vale para seu encontro com o som da Bahia contemporânea, como é o caso de “Partículas de Amor”, escrita pelo seu conterrâneo Lucas Santtana especialmente para este disco. Para uma cantora que poderia muito bem caminhar ao sabor das ondas do conforto no que diz respeito à musicalidade, ela decidiu pensar caminhos alternativos.

Tendo a mudança e o amor como temas-chave deste trabalho, Márcia mostra um disco que aponta novas direções em sua carreira, além de ganhar segurança como compositora. Ela perde um pouco na ironia transmitida em seu canto, mas ganha pontos em inovações na forma e na busca por surpreender. [FA]

marciaMÁRCIA CASTRO
Das Coisas Que Surgem
[Sony, 2014]

Nota: 7,9

Sem mais artigos