Crítica-Disco: Mako Kream e a narrativa da violência no pesado Punken
NOTA6.5

MAXO KREAM
Punken [TSO, 2018]
Produzido por Toby “Uncle Toby” Oniyitan & Wlderness

Rapper underground de Houston, nos EUA, Maxo Kream lançou Punken, um disco que mostra toda a versatilidade desse MC. As músicas do disco variam bastante em batidas e arranjos, com bases chapadas e outras mais monótonas, dando vazão para Kream experimentar nas rimas. O que se sobressai aqui é o tom sempre intenso e uma composição panorâmica sobre o paradigma da violência existente hoje nas quebradas.

Depois de uma elogiada mixtape, The Persona Tape, de 2016, o rapper segue falando sobre como é crescer em uma vizinhança sem muitas perspectivas. Com poucas participações especiais – Trippie Redd e 03 Greedo aparecem aqui – Punken é basicamente o cartão de visitas de Maxo Kream de seu rap com peso e fúria.

Sem mais artigos