Foto: Divulgação.

Foto: Divulgação.

Clap Your Hands Say Yeah pisam no freio no novo disco, Only Run

O grupo de indie-rock da Pensilvânia, nos EUA, o Clap Your Hands Say Yeah sempre teve como diferencial trabalhar no campo do esdrúxulo. Com temas nonsense e uma voz bem peculiar do líder e fundador Alec Ounsworth, dono de um timbre esganiçado, a banda tinha uma personalidade forte no cenário roqueiro independente da segunda metade dos anos 2000. Depois de uma boa estreia em 2005 e um segundo disco ainda com a mesma energia, a banda parece ter perdido o caminho que os diferenciava nos trabalhos seguintes. Eis que eles chegam nesse Only Run sendo apenas uma sombra da promessa que representavam lá no início.

Leia Mais
Chromeo na mesmice em novo disco
Coldplay e o drama da mudança

Um dos motivos foi justamente o piso no freio no que eles tinham de mais diferente. O álbum explora pouco o vocal de Ounsworth, ainda a característica mais interessante do Clap Your Hands Say Yeah, e decidiu deixar de lado as divertidas faixas “dance-punk” por um clima mais soturno. Essa troca do entusiasmo por paisagens mais experimentais e carregadas não pareceu uma troca justa ao fã que ainda acreditava no potencial do grupo.

Este álbum aquém do que eles já mostraram talvez seja fruto do recente desmantelamento do grupo. Atualmente apenas o vocalista e multi-instrumentista Ounsworth e o baterista Sean Greenhalgh seguem na formação. A banda parece seguir em busca de boas ideias como comprovam algumas faixas que mais parecem ideias inacabadas. Ao menos esse disco mostra que o CYHSY segue na busca por ser um diferencial no cenário pop. Precisam agora reencontrar seu novo apelo como fizeram na estreia. [Paulo Floro]

clap your hands say yeahCLAP YOUR HANDS SAY YEAH
Only Run
[Xtra Mile Recordings, 2014]

Nota: 6,0

Sem mais artigos