Crítica-Disco: em busca do lado bonito da vida em "Why Are You OK"
NOTA7

O grupo de Seattle Band Of Horses lançou seu quinto disco, Why Are You OK, quatro anos depois de Mirage Rock, que não foi muito bem recebido. Conhecidos como “dad rock”, eles fazem um som reto, evitando perigos e com uma sensação confortável de segurança. Toda essa simplicidade requer uma precisão e virtuosismo que o grupo emprega desde sua estreia.

LEIA MAIS
Estreia do Whitney é tipo um amor expresso de verão
Os fantasmas de Marissa Nadler
Beth Orton se reinventa na eletrônica
O pop queer da Tegan & Sara chega ao mainstream

A estreia de 2006 é, até hoje, o melhor disco do Band Of Horses, e os fãs sempre aguardaram por um retorno à altura. Depois de experimentar em outras sonoridades nos trabalhos anteriores parece que finalmente entregaram um “retorno” às raízes que se aproxima do ótimo debut.

Mas aqui vai uma diferença importante: enquanto na estreia eles não se furtavam em flertar com o lado mais escuro de suas composições, eles agora tentam buscar um lado mais agradável nessas faixas. E há algumas ótimas como “Casual Party” e “Whatever, Wherever”. Não é o melhor do Band Of Horses, mas é, definitivamente uma retomada que vale a pena desta vez.

bandofhorses3

Sem mais artigos