ALINE = SEXO
Nova coletânea de tiras situa Aline, de Adão, como uma das personagens mais populares dos quadrinhos brasileiros

Por Paulo Floro
Editor da Revista O Grito!, do Recife

Aline é a Rê Bordosa desse início de século. Uma das personagens mais popular, alcançou outras mídias além das tiras nos jornais. Mesmo sua série de TV não tendo a mesma dose de humor e sendo um tanto pudico no modo de tratar os relacionamentos, não há dúvida de que Adão Iturrusgarai é um dos autores de maior êxito por tornar sua criação tão popular. Aline+Otto+Pedro, novo livro da personagem fala de sexo como nenhum produto da Globo teria coragem de mostrar.

Esta coletânea da Devir, como o próprio nome faz sugerir, se concentra no triângulo amoroso de Aline e seus dois namorados, Otto e Pedro. E o assunto é um só: sexo e sexo. Aline prostituta, ninfomaníaca, etc. Em outra parte do livro, é interessante a aparição do pai da Aline, que se separou recentemente da mulher e agora tenta descobrir os prazeres (o sexo aqui mais uma vez) de solteiro.

Coletâneas de tiras são bem bacanas, sobretudo por uma questão de organização. Mas Aline+Otto+Pedro mostra o quanto Adão foi convencional em seguir uma cronologia na vida de Aline. Isso é legal para criar ainda mais empatia com a personagem. Na efemeridade das tiras diárias, para muita gente, isso só é possível num livro coletânea.

A edição da Devir além de bem cuidada, em formato grande, colorido, ainda traz um ensaio sensual de Aline em “nu artístico”. E voltando à comparação com Rê Bordosa, famosa criação de Angeli, esperamos que Adão não queria matar sua personagem tão cedo.

ALINE+OTTO+PEDRO
Adão Iturrusgarai
[Devir, 64 págs, R$ 34]

NOTA: 8,0

Sem mais artigos